INTENÇÃO PARA DEZEMBRO 2018

Intenção pela Evangelização do Papa para o mês de dezembro 2018:

Pela Evangelização: Ao serviço da transmissão da fé

Para que as pessoas comprometidas com o serviço da transmissão da fé encontrem uma linguagem adaptada aos nossos dias no diálogo com as culturas.


MÚSICA
Bifrost Arts feat. Molly Parden
Psalm 126
(CD) He will not cry out: Anthology of Hymns and Spiritual Songs, Vol 2
© Apple ID (itunes) – www.itunes.apple.com

--

LEITOR
Paulo Nogueira

--

AUTOR DOS TEXTOS
António Lourenço

Papa_Francisco.jpg

O que é a Rede Mundial de Oração do Papa?

Cada mês, o Santo Padre confia à sua Rede Mundial de Oração (Apostolado da Oração) uma intenção de oração, intercalando-se entre uma intenção universal e uma intenção pela evangelização: Universal, com temáticas que apelam a todos os homens e mulheres de boa vontade, não só aos católicos; pela Evangelização, mais centrada na vida da Igreja e na sua missão evangelizadora. A Rede Mundial de Oração do Papa divulga estas intenções e reza por elas. São cerca de 40 milhões de pessoas no mundo inteiro. Associar-se a esta família de todas as línguas e culturas é passar a fazer parte de uma rede mundial centrada no Coração de Jesus e unida pelas intenções de oração do Papa.

Qual o sentido desta oração?

Assumindo as propostas de oração do Santo Padre, somos chamados a viver a coerência entre a oração e a vida. Rezar é fundamental, mas deve transformar-nos, levando-nos a agir de acordo com a nossa oração. Rezar por estas intenções abre o nosso olhar e o nosso coração aos problemas do mundo, tornando nossas as alegrias e as esperanças, as dores e os sofrimentos de todos os nossos irmãos e irmãs. Fazê-lo como membro da Rede Mundial de Oração torna presente no nosso quotidiano a universalidade da Igreja. Por isso, se recomenda que esta oração diária seja vivida de forma particularmente intensa na primeira Sexta-feira de cada mês, quando se recorda a revelação do amor do Coração de Jesus por toda a humanidade. Nesse dia, para além da oração pessoal, recomenda-se a participação na Eucaristia, sempre que possível.