DOMINGO XIX DO TEMPO COMUM

DOMINGO XIX DO TEMPO COMUM

A tua oração pode ser breve ou prolongada,
mas precisa sempre de tempo,
do teu tempo interior,
lá onde um minuto pode valer horas
e horas podem não servir para coisa nenhuma.
Neste domingo,
celebrando a ressurreição do Senhor Jesus,
procura em ti o tempo
que dá qualidade à tua oração.
Procura-o e pede-o com insistência...
E começa assim a tua oração.

Sexta-feira da décima oitava semana do Tempo Comum

Sexta-feira da décima oitava semana do Tempo Comum

O Santo que a Igreja hoje celebra foi martirizado em Roma, no ano 258. Era diácono, responsável por cuidar dos pobres, a quem distribuía os bens de que necessitavam, partilhados pelos cristãos de Roma.
Ao longo dos séculos, a Igreja sempre encontrou modos de socorrer os pobres, mesmo quando mais ninguém o fazia. Hoje continua a ser assim.
Deixa o teu coração sensibilizar-se pelas muitas misérias que enchem o mundo e que talvez encontres no teu caminho. E começa assim a tua oração.

Quinta-feira da décima oitava semana do Tempo Comum

Quinta-feira da décima oitava semana do Tempo Comum

Santa Teresa Benedita da Cruz, religiosa carmelita, morreu no campo de concentração de Auschwitz, vítima da brutalidade da perseguição nazi contra o povo judeu. 
Os perseguidores movem-se pelo ódio. Os perseguidos, muitas vezes, respondem apenas com o amor. Assim foi Santa Teresa Benedita da Cruz e assim foram e continuam a ser tantos cristãos perseguidos, em tantas partes do mundo. Rezando por eles, unido aos voluntários da Ajuda à Igreja que Sofre, dá início à tua oração.

Quarta-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

Quarta-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

Em pleno século XVIII, numa Europa 
em que brilhavam as luzes do Iluminismo,
Afonso de Ligório percorria as estreitas ruas 
e as serras verdejantes do sul de Itália,
ensinando a oração e o diálogo íntimo com o Senhor.
Nada é mais fácil, e ao mesmo tempo mais difícil,
do que abrir os lábios e as mãos para uma oração pura,
confiante, verdadeira e familiar,
como a que estás prestes a iniciar.

Terça-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

Terça-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

No século XVI, o século de ouro do império espanhol,
Inácio de Loiola explorou os mundos sempre novos
do discernimento, da oração 
e da busca da vontade de Deus.
Colocando-se ao serviço do Senhor, na Igreja,
os companheiros de Santo Inácio acompanharam
os exploradores dos mares, das ciências e dos povos.
Hoje, começa a tua oração
oferecendo ao Senhor tudo o que Lhe agrada:
a tua vontade, as tuas ações, a tua vida.

Segunda-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

Segunda-feira da décima sétima semana do Tempo Comum

Hoje, começa a tua oração
e prepara o teu coração,
com as palavras da judia holandesa Etty Hillesum,
assassinada durante a Segunda Guerra Mundial:
«Estou com os esfaimados, os maltratados, os moribundos, todos os dias,
mas também estou com o jasmim 
e com aquele pedaço de céu para lá da minha janela;
para tudo existe lugar numa vida.
Para uma fé em Deus e para um fim miserável». 

DOMINGO XVII DO TEMPO COMUM

DOMINGO XVII DO TEMPO COMUM

O dom e a partilha geram a abundância,
colocando os talentos a render
no serviço e na comunhão.
O deserto da história converte-se assim em espaço de encontro,
na travessia do êxodo, rumo à liberdade.
Hoje é Domingo, o primeiro dia da semana:
que o partir do Pão e a escuta da Palavra
alimentem a tua oração e o teu caminhar,
em todos os dias da tua vida.

Sexta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum

Sexta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum

Eis que a tua semana está prestes a chegar ao fim.
Hoje, começa a tua oração recordando
as palavras do Salmo 22,
que escutaste no Domingo passado:
que estas palavras não deixem de ecoar nos teus lábios
e no teu coração.
«O Senhor é meu pastor: nada me falta.
Leva-me a descansar em verdes prados,
conduz-me às águas refrescantes
e reconforta a minha alma.
Ele me guia por sendas direitas por amor do seu nome».