Quarta-feira da sexta semana do Tempo Pascal

Hoje é dia nove de maio, quarta-feira da sexta semana do Tempo Pascal.

De James Oswald, estás a escutar Aria: Spring the Ranunculus.

A oração, como a poesia,
assenta na arte da atenção
e do despojamento de si mesmo.
Hoje, começa a tua oração
escutando este convite de um poeta japonês do século XVII:
«Vai para o pinhal se queres aprender sobre pinheiros;
vai para junto de um bambu se queres aprender sobre bambus.
Não deixes interferir o teu pensamento,
caso contrário estás a impor-te ao outro, e não aprendes.
A tua poesia só nascerá espontaneamente
quando tu e aquilo que contemplas se tornarem um só».

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Jo 16, 12-15].

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Tenho ainda muitas coisas para vos dizer,
mas não as podeis compreender agora.
Quando vier o Espírito da verdade,
Ele vos guiará para a verdade plena;
porque não falará de Si mesmo,
mas dirá tudo o que tiver ouvido
e vos anunciará o que há de vir.
Ele Me glorificará,
porque receberá do que é meu
e vos há de anunciá-lo.
Tudo o que o Pai tem é meu.
Por isso vos disse
que Ele receberá do que é meu
e vos há de anunciá-lo». 

 

Deves ter a humildade de reconhecer que há ainda muitas coisas de Deus que tu não sabes, há luzes que ainda estão para vir. Não sejas impaciente: persevera e terás luz. E não sejas relutante: essas coisas que te parecem tão importantes, talvez não o sejam tanto assim.

O Espírito Santo é o teu mestre. Sendo o amor de Deus, o seu ensino é suave e bondoso. O teu progresso na fé será verdadeiro se cresceres na bondade e compreensão. De pouco serve teres uma profunda formação doutrinal se fores uma pessoa severa e ríspida; enfim, insuportável.

Escuta de novo o Evangelho. 
Ser cristão não é ficar a olhar para o passado. É estar disponível para acolher, agora, o Espírito de Deus, escutar o que Ele diz e aprender “o que há de vir”. 
Ser cristão é presente e é futuro!

 

O Espírito Santo é um professor disponível para te dar lições diariamente. Pede-Lhe que te conceda o desejo de procurar os seus ensinamentos e a disponibilidade para O escutar.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.