Cadeira de São Pedro

Hoje é dia vinte e dois de fevereiro, segunda-feira, festa litúrgica da Cadeira de São Pedro.

 

De Marco Frisina, estás a escutar La predicazione di Pietro.

A festa litúrgica da Cadeira de São Pedro, 
que a Igreja hoje celebra, 
não se refere a nenhuma peça de arqueologia. 
É a memória viva da missão de ensinar os irmãos
confiada por Jesus a Pedro e aos seus sucessores. 
Essa missão está hoje confiada ao Papa Francisco. 
Agradece ao Senhor a sucessão apostólica que vem de Pedro até Francisco
e continua a ser o fundamento da Igreja... 
E começa assim a tua oração

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 16, 13-19]

Jesus foi para os lados de Cesareia de Filipe
e perguntou aos seus discípulos:
«Quem dizem os homens que é o Filho do homem?».
Eles responderam:
«Uns dizem que é João Batista,
outros que é Elias,
outros que é Jeremias ou algum dos profetas».
Jesus perguntou: 
«E vós, quem dizeis que Eu sou?».
Então, Simão Pedro tomou a palavra e disse:
«Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo».
Jesus respondeu-lhe:
«Feliz de ti, Simão, filho de Jonas,
porque não foram a carne e o sangue que to revelaram,
mas sim meu Pai que está nos Céus.
Também Eu te digo: Tu és Pedro;
sobre esta pedra edificarei a minha Igreja
e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.
Dar-te-ei as chaves do reino dos Céus:
tudo o que ligares na terra será ligado nos Céus,
e tudo o que desligares na terra será desligado nos Céus»

 

Pontos de oração

Tu és Pedro. Pescador forte e decidido, até às últimas consequências. Tu és Pedro. Homem frágil. Impetuoso a chorar de orgulho ferido. 
Tu és Pedro. Escolhido por Jesus para ser pedra. Não te valem forças que tenhas inventado, nem a coragem por cumprir. Vale o amor gratuito, a graça que te qualifica. 
Hoje todos somos como Pedro: frágeis instrumentos. 

Tudo o que ligares na terra será ligado nos Céus. 
Deus faz laços de aliança connosco através de pessoas concretas. Não escolhe pessoas abstraídas do mundo que já pudessem viver uma plenitude alienada. 
Agradece a Deus todos os seus representantes. Lembra-te que Deus conta contigo. 

Escutando de novo o texto de Mateus, deixa-te tocar pela confiança com que Jesus responde às palavras certeiras e sinceras de Pedro.

 

Colóquio final

Termina esta oração agradecendo a missão do Papa como sucessor de Pedro. Pede a Deus que lhe conceda a graça de continuar a guiar-nos com os gestos e as palavras de Jesus. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.