Décimo domingo do Tempo Comum

Hoje a Igreja celebra o décimo domingo do Tempo Comum. 

A liberdade é a capacidade de escolher o melhor. Entre duas coisas boas, a pessoa de coração livre escolhe a melhor, aquela que mais a aproxima da meta da sua vida, e que nem sempre é aquela que lhe apetece mais. 
Recebes o chamamento à vida para te deixares encontrar por Aquele que te criou e te ama infinitamente e assim deixares que Ele te converta em Amor. Serás tanto mais livre quanto mais amares!
Pede ao Senhor que te dê um coração livre, capaz de amar e de se deixar amar. Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

O salmo de hoje é um salmo de louvor a Deus, e o salmista louva porque o Senhor o salvou. Louva também tu o Senhor porque te salva.
 
Slm 29 (30), 2.4-6.11.12a.13b
Eu Vos glorifico, Senhor, porque me salvastes
e não deixastes que de mim se regozijassem os inimigos.
Tirastes a minha alma da mansão dos mortos,
vivificastes-me para não descer ao túmulo.

Cantai salmos ao Senhor, vós os seus fiéis,
e dai graças ao seu nome santo.
A sua ira dura apenas um momento e a sua benevolência a vida inteira.
Ao cair da noite vêm as lágrimas e ao amanhecer volta a alegria.

Ouvi, Senhor, e tende compaixão de mim,
Senhor, sede vós o meu auxílio.
Vós convertestes em júbilo o meu pranto:
Senhor, meu Deus, eu Vos louvarei eternamente.

 

Pontos de oração

A nossa vida tem altos e baixos, por isso às vezes o louvor mistura-se com a súplica, quando nos sentimos mais aflitos. São duas faces da mesma moeda. Repete no teu coração: 
- Eu Vos glorifico, Senhor, porque me salvastes.
- Ouvi, Senhor, e tende compaixão de mim.

Pensa numa situação em que tiveste a sensação, ou a certeza, de ter sido salvo por Deus. Louva-O, exprimindo a tua gratidão, e usa as palavras do salmo. 
Há muitas pessoas que vivem verdadeiros infernos. Pede por elas na tua oração e exprime a tua confiança em Deus, dizendo: «Senhor, sede Vós o meu auxílio».

A salvação que vem de Deus é sempre o início de uma nova vida. Ele tira-te da mansão dos mortos e devolve-te à vida. Ao cair da noite vêm as lágrimas, mas ao amanhecer volta a alegria. 
Louva a Deus por cada nova oportunidade que te dá, e que te dará sempre!

Fala a Deus das áreas da tua vida que achas que precisam de ser visitadas por Ele. Pede-Lhe que a vida floresça em ti. Pede-Lhe com insistência que Ele venha e te ajude a ser um seu instrumento para enxugar as lágrimas de quem chora, um instrumento da sua alegria. 

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.