Décimo primeiro domingo do tempo comum

Hoje, a Igreja celebra o décimo primeiro domingo do tempo comum. 

Estás no início de uma nova semana,
na qual se recria, a par e passo, a tua vida.
Hoje, começa a tua oração
com as seguintes palavras de um hino cristão:
«Nem sempre te pedi como hoje peço
para seres a luz que me ilumina;
mas sei que ao fim terei abrigo e acesso
na plenitude da tua luz divina.
Esquece os meus passos mal andados,
perdoa o meu desamor e o meu pecado.
eu sei que vai raiar a madrugada
e não me deixarás abandonado».

 

Escuta o salmo noventa e nove, que canta a consciência e a alegria de ser amado por Deus. Esta alegria transmite-se e ajuda a fazer comunidade.

Salmo 99 (100), 2.3.5
Aclamai o Senhor, terra inteira,
servi o Senhor com alegria,
vinde a Ele com cânticos de júbilo.

Sabei que o Senhor é Deus,
Ele nos fez, a Ele pertencemos,
somos o seu povo, as ovelhas do seu rebanho.

Porque o Senhor é bom,
eterna é a sua misericórdia,
a sua fidelidade estende-se de geração em geração. 

 

Pontos de oração

Repete, sossegado, a oração do salmo: «O Senhor é Bom, é eterna a sua misericórdia!».

Pensa nos sentimentos deste salmista e das pessoas que se sentem procuradas e compreendidas, acolhendo a ternura dos outros. 
Como seria importante e como mudaria muita coisa se também tu melhorasses a tua maneira de estar e de te aproximares dos outros, vendo e falando do lado bom do que acontece! 

Ouvindo de novo este pequeno salmo, pensa em alguém, em concreto, que esteja a passar mal. Que poderás fazer por essa pessoa? O que é que lhe tira a alegria de viver?

Ao concluíres a tua oração, recorda-te que estás a entrar numa nova semana. Poderás proclamar que o mal e o sofrimento do mundo não vêm do Deus que ama, mas do nosso egoísmo e da mentira das nossas relações. Pede a Deus coragem e confia. 

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.