Festa litúrgica da Cadeira de São Pedro, Apóstolo

Hoje é dia vinte e dois de fevereiro, festa litúrgica da Cadeira de São Pedro, Apóstolo. 

Na liturgia da Igreja,
a cadeira é o símbolo da missão do ensino, 
da exposição da tradição cristã,
da presidência como serviço aos irmãos.
Na figura de Simão Pedro, o pescador,
podes reconhecer um profundo amor pelo Senhor,
expresso no seu desejo de O seguir até o fim,
com todas as suas debilidades.
Hoje, na tua oração, acolhe este testemunho
e esta tradição, com dois milénios de história:
que sejam para ti um suporte
nos momentos de dúvida e de dificuldades.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 16, 13-19]

Jesus foi para os lados de Cesareia de Filipe
e perguntou aos seus discípulos:
«Quem dizem os homens que é o Filho do homem?».
Eles responderam: «Uns dizem que é João Batista,
outros que é Elias,
outros que é Jeremias ou algum dos profetas».
Jesus perguntou: «E vós, quem dizeis que Eu sou?».
Então, Simão Pedro tomou a palavra e disse:
«Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo».
Jesus respondeu-lhe:
«Feliz de ti, Simão, filho de Jonas,
porque não foram a carne e o sangue que to revelaram,
mas sim meu Pai que está nos Céus.
Também Eu te digo: Tu és Pedro;
sobre esta pedra edificarei a minha Igreja
e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.
Dar-te-ei as chaves do reino dos Céus:
tudo o que ligares na terra será ligado nos Céus,
e tudo o que desligares na terra será desligado nos Céus». 

 

Pedro toma a palavra em nome dos discípulos, e a sua profissão de fé edifica a Igreja. A questão essencial é esta: quem é Jesus? Quem era Jesus para as pessoas, na sociedade daquele tempo? E para os discípulos, quem era Jesus? E quem é Jesus, hoje, para ti?

Inspirado por Deus, Pedro é o primeiro a explicitar a identidade de Jesus.
O Messias é o Príncipe da paz, que vem instaurar entre os homens um modo novo de viver, cujo fundamento é Deus-Amor.
Abre-te à paz que Jesus quer trazer à tua vida. 

Escuta pela segunda vez o Evangelho. Pedro revela a identidade de Jesus e este, por sua vez, revela-lhe a sua mais verdadeira identidade. Simultaneamente, dá-lhe a conhecer a sua missão, indissociável da sua identidade.
Só na relação com Jesus sabes verdadeiramente quem és e qual a tua missão neste mundo. 

Pede a graça do conhecimento íntimo de Jesus. Que isso te liberte e torne o teu testemunho convincente. 

 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.