Festa litúrgica da natividade da Virgem Santa Maria

Hoje é dia oito de setembro, quinta-feira, Festa litúrgica da natividade da Virgem Santa Maria.

A Igreja celebra hoje o nascimento de Maria de Nazaré, a mãe de Jesus. É uma celebração que antecipa a alegria do Natal. A salvação anunciada pelos profetas está próxima, a aurora da salvação já se deixa pressentir. 
Dá graças ao Senhor por todas as maravilhas que realizou e continua a realizar em favor dos seus filhos. Agradece de modo particular essa mulher extraordinária, Maria de Nazaré... e na sua companhia começa a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo são Mateus. [Ev Mt 1, 18-23]

O nascimento de Jesus deu-se do seguinte modo: 
Maria, sua Mãe, noiva de José,
antes de terem vivido em comum,
encontrara-se grávida por virtude do Espírito Santo. 
Mas José, seu esposo,
que era justo e não queria difamá-la,
resolveu repudiá-la em segredo.
Tinha ele assim pensado,
quando lhe apareceu num sonho o Anjo do Senhor, que lhe disse:
«José, filho de David,
não temas receber Maria, tua esposa,
pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo.
Ela dará à luz um Filho e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus,
porque Ele salvará o povo dos seus pecados».
Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor anunciara
por meio do Profeta, que diz:
«A Virgem conceberá e dará à luz um Filho, que será chamado ‘Emanuel’,
que quer dizer ‘Deus connosco’».

 

Pontos de oração

Hoje celebramos o nascimento de Nossa Senhora. O convite é a contemplares, por breves instantes, a mãe de Jesus e tua mãe, o modo como viveu e acolheu os desígnios de Deus. Qual é a sua característica que mais te impressiona? Deixa-te maravilhar pelo seu exemplo e agradece ao Senhor a sua vida.

Nas suas aparições, Nossa Senhora repete sempre o mesmo pedido: que rezemos, sem cessar, por todos aqueles que escolhem o mal e ofendem a Deus com os seus pecados. Responde agora a este pedido e traz à memória algumas destas pessoas. Pede ao Senhor por elas, pela sua conversão. 

Ao escutares de novo o Evangelho de hoje, presta atenção a José e à sua atitude perante algo tão inesperado. Deixa que o seu exemplo desafie a forma como acolhes as realidades que não compreendes. 

 

Colóquio final

Termina a tua oração agradecendo por todos aqueles que se esforçam, dia após dia, por realizar a vontade do Pai. São teus irmãos na fé. Leva contigo a certeza de que não estás só e que outros vivem as mesmas dificuldades que tu.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.