Quarta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte de julho, quarta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum.

«Vem, Senhor Jesus». 
É este o grito da Igreja. É este o desejo de cada cristão: que o Senhor venha e habite o seu coração. 
Ele precisa que O queiras receber dentro de ti. Ele está à porta e bate, mas só se Lhe abrires a tua vida Ele entrará. 
Diz-Lhe agora que queres que Ele venha e faça do teu coração a sua morada. Assim, vale a pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Livro de Jeremias. [L 1 Jer 1, 1.4-10]

Palavras de Jeremias,  filho de Helcias,
um dos sacerdotes de Anatot, no território de Benjamim: 
O Senhor dirigiu-me a palavra, dizendo:
«Antes de te formar no ventre materno, Eu te escolhi; 
antes que saísses do seio de tua mãe, Eu te consagrei
e te constituí profeta entre as nações».
Então eu disse:
«Ah, Senhor Deus, mas eu não sei falar,
porque sou uma criança».
O Senhor respondeu-me:
«Não digas: ‘Sou uma criança’,
porque irás ao encontro daqueles a quem Eu te enviar
e dirás tudo quanto Eu te mandar dizer.
Não tenhas receio diante deles,
porque Eu estou contigo, para te salvar – diz o Senhor». 
Depois o Senhor estendeu a mão,
tocou-me na boca e disse-me:
«Eu ponho as minhas palavras na tua boca.
Hoje dou-te poder sobre os povos e os reinos,
para arrancar e destruir,
para arruinar e demolir,
para construir e plantar».

 

Pontos de oração

Hoje é Jeremias a inquietar-te: também tu deves ser um braço para o Senhor e uma voz para a sua Palavra. As tuas desculpas não servem: o Senhor sabe bem quem escolhe, e não há quem possa dizer: "eu não sirvo".

Por muito que não queiras pensar nisso, o Senhor tem um plano para ti antes que saísses do seio da tua mãe. Abre-te com sinceridade dócil diante d’Ele, pede-Lhe luz para saberes o que Ele quer, e no final diz: "aqui me tens, porque me chamaste?" 

Quando te puseres com confiança nas mãos de Deus, e ativamente te deixares conduzir, não te queixarás mais da vida, porque saberás que de tudo se pode tirar o bem. Tendo isto presente escuta de novo as palavras de Jeremias. 

 

Colóquio final

Fazer a vontade de Deus, que apenas quer coisas boas para ti, é a maior fonte de paz. Conversa com o Senhor sobre o teu desejo de difundir à tua volta, entre familiares e amigos, a arte pacificadora de aceitar plenamente o que Deus quer ou permite. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.