Quarta-feira da nona semana do tempo comum

Hoje é dia sete de junho, quarta-feira da nona semana do tempo comum. 

A oração alimenta-se da confiança filial,
à imagem de uma criança, 
que cresce na presença daqueles que a amam.
Hoje, começa a tua oração
com esta prece do salmo vinte e cinco:
«Para Ti, Senhor, elevo o meu espírito,
meu Deus, em Ti confio.
Mostra-me, Senhor, os teus caminhos
e ensina-me as tuas veredas.
Dirige-me na tua verdade e ensina-me,
porque Tu és o meu Salvador.
Em Ti confio sempre».

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 12, 18-27].

Foram ter com Jesus alguns saduceus
– que afirmam não haver ressurreição –
e perguntaram-lhe:
«Mestre, Moisés deixou-nos escrito:
‘Se morrer a alguém um irmão,
que deixe esposa sem filhos,
esse homem deve casar-se com a viúva,
para dar descendência a seu irmão’.
Ora havia sete irmãos.
O primeiro casou-se e morreu sem deixar descendência.
O segundo casou com a viúva
e também morreu sem deixar descendência.
O mesmo sucedeu ao terceiro.
E nenhum dos sete deixou descendência.
Por fim morreu também a mulher.
Na ressurreição, quando voltarem à vida,
de qual deles será ela esposa?
Porque todos os sete se casaram com ela».
Disse-lhes Jesus: 
«Não andareis vós enganados,
ignorando as Escrituras e o poder de Deus?
Na verdade, quando ressuscitarem dos mortos,
nem eles se casam, nem elas são dadas em casamento;
mas serão como os Anjos nos Céus.
Quanto à ressurreição dos mortos,
não lestes no Livro de Moisés,
no episódio da sarça ardente,
como Deus disse:
‘Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob’?
Ele não é Deus de mortos, mas de vivos.
Vós andais muito enganados». 

 

Pontos de oração

Os saduceus eram uma elite aristocrática que não acreditava na ressurreição. Para eles, o Reino de Deus já estava presente na situação de bem-estar de que eles se consideravam merecedores. Deus castigava com sofrimentos e pobreza os que não praticavam a Lei. Jesus veio pôr em causa esta visão da realidade. Por isso, eles põem-No à prova.
Jesus não Se deixa enganar. E tu? Estás atento à diversidade de crenças que te rodeiam?

Jesus chama a atenção dos Saduceus para o desconhecimento da Escritura e do poder de Deus. Depois da morte não haverá casamentos. A condição das pessoas será totalmente diferente. Somos chamados à comunhão. 
Acreditas nas palavras de Jesus? 

Escuta de novo o Evangelho. Jesus sublinha que Deus «não é Deus de mortos, mas de vivos». A ressurreição é a vida plena em Deus.

 

Colóquio final

Jesus convida a conhecer a Palavra de Deus. Pede-Lhe a graça de aprofundares os seus ensinamentos e dares razões bem fundamentadas da tua fé.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.