NASCIMENTO DE SÃO JOÃO BATISTA

Hoje, a Igreja celebra a solenidade do nascimento de São João Batista. 

Diz-nos o Evangelho de São João, 
referindo-se a João Batista,
que foi um homem enviado por Deus
para dar testemunho da luz.
Talvez este seja o núcleo mais vital da vocação cristã:
o de testemunhar a presença e a fragilidade da luz de Deus
no seio de uma história humana plena de escuridões,
de barulhos e de brilhos artificiais.
Hoje é Domingo, o primeiro dia da semana:
que a tua vida seja sempre um testemunho da Páscoa do Senhor,
alimentado pela oração e pela celebração da comunidade.

O salmo que vais escutar coloca-te numa atitude de reconhecimento diante do Senhor e diante de ti mesmo. Deixa-te interpelar pela sua profundidade. 

[Salmo 138 (139)]
Senhor, Vós conheceis o íntimo do meu ser:
sabeis quando me sento e quando me levanto.
De longe penetrais o meu pensamento:
Vós me vedes quando caminho e quando descanso,
Vós observais todos os meus passos.

Vós formastes as entranhas do meu corpo
e me criastes no seio de minha mãe.
Eu Vos dou graças
por me terdes feito tão maravilhosamente:
admiráveis são as vossas obras.

Vós conhecíeis já a minha alma
e nada do meu ser Vos era oculto,
quando secretamente era formado,
modelado nas profundidades da terra. 

Deixa ecoar dentro de ti estas palavras, que te recordam que Deus é Pai e tu um dos seus filhos muito amados:
«Senhor, vós conheceis o íntimo do meu ser»;
«Eu vos dou graças por me terdes feito tão maravilhosamente». 

O centro e o essencial da tua fé estão na relação pai-filho. Jesus revela-te o verdadeiro modo de o Pai ser pai e deixa-te o seu exemplo de Filho, para que O possas seguir e imitar. 
Como vives a tua relação filial com o Pai? Qual é a tua vocação?

O Senhor ama-te, antes de tudo e apesar de tudo! Deixa-te amar! 

Este salmo dá-te luz para a semana que hoje começa. Pede ao Senhor a graça de viveres com o teu centro neste amor que te cria, te sustenta e te salva. Que possa ser ele o critério dominante em tudo o que viveres. Ama o mundo como o Senhor te ama. 

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.