DOMINGO XIX DO TEMPO COMUM

Hoje a Igreja celebra o décimo nono domingo do tempo comum.

A tua oração pode ser breve ou prolongada,
mas precisa sempre de tempo,
do teu tempo interior,
lá onde um minuto pode valer horas
e horas podem não servir para coisa nenhuma.
Neste domingo,
celebrando a ressurreição do Senhor Jesus,
procura em ti o tempo
que dá qualidade à tua oração.
Procura-o e pede-o com insistência...
E começa assim a tua oração.

Há muitas maneiras de rezar, mas uma das mais consoladoras é louvar,
agradecer e poder saborear as maravilhas do Senhor.
Muitas vezes, precisarás de bastante tempo para entenderes a profundidade
dos versículos dos Salmos, mesmo dos que te parecem mais simples.

[Salmo 33 (34)]
A toda a hora bendirei o Senhor,
o seu louvor estará sempre na minha boca.
A minha alma gloria-se no Senhor:
escutem e alegrem-se os humildes.
Enaltecei comigo o Senhor
e exaltemos juntos o seu nome.
Procurei o Senhor e Ele atendeu-me,
libertou-me de toda a ansiedade.
Voltai-vos para Ele e ficareis radiantes,
o vosso rosto não se cobrirá de vergonha.
Este pobre clamou e o Senhor o ouviu,
salvou-o de todas as angústias.
O Anjo do Senhor protege os que O temem
e defende-os dos perigos.
Saboreai e vede como o Senhor é bom:
feliz o homem que n’Ele se refugia.

Durante a semana, a vida, cada vez mais absorvente, deixa-te pouco tempo
para a oração. O convite, hoje, é contemplares a maravilha que é Deus e tudo
aquilo que Ele te ofereceu. Depois, agradece-Lhe com o coração cheio. Diz
devagar: “A toda a hora bendirei o Senhor, o seu louvor estará sempre na
minha boca".

“Procurei o Senhor e Ele atendeu-me, libertou-me de toda a ansiedade”.
Pensa nestas palavras, faz eco delas no coração, fala com Deus das tuas
preocupações, alegrias, projetos e ansiedades. Usar palavras tuas, com muita
simplicidade, pode corresponder a um momento de grande intimidade com
Deus e trazer-te uma grande alegria interior.

Escuta de novo o Salmo. Repara como o salmista se emociona meditando no
amor de Deus e na sua bondade para com todos.

Deus continua, mesmo neste tempo de crise, a ser “o Senhor da vida”. Dá-Lhe
espaço. Procura criar o hábito de participar na Eucaristia, não só ao Domingo
mas também em dias da semana. Talvez tenhas de roubar tempo ao
computador, ao encontro com amigos ou a outra coisa, mas certamente
experimentarás a graça do Senhor a transformar a tua vida.

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.