DOMINGO XXI DO TEMPO COMUM

Hoje a Igreja celebra o vigésimo primeiro domingo do tempo comum.

No primeiro dia da semana,
celebrando a ressurreição do Senhor Jesus,
pede o dom da alegria.
Aquela alegria suave e discreta,
fruto do Espírito Santo,
que torna os teus dias mais belos e o teu coração mais leve.
Deixa crescer em ti
o desejo de viveres a alegria dos filhos amados por Deus.
E começa assim a tua oração.

O clamor dos justos chega ao Céu, penetra no coração de Deus. Parece-nos,
por vezes, que Deus não ouve? Mas o Salmo diz que o Senhor está perto,
salva, liberta, defende. É a resposta eficaz do nosso Pai. Nós não temos
méritos. Tudo é graça.

[Salmo 33 (34)]
A toda a hora bendirei o Senhor,
o seu louvor estará sempre na minha boca.
A minha alma gloria-se no Senhor:
escutem e alegrem-se os humildes.
Os olhos do Senhor estão voltados para os justos
e os ouvidos atentos aos seus rogos.
A face do Senhor volta-se contra os que fazem o mal,
para apagar da terra a sua memória.
Os justos clamaram e o Senhor os ouviu,
livrou-os de todas as suas angústias.
O Senhor está perto dos que têm o coração atribulado
e salva os de ânimo abatido.
Muitas são as tribulações do justo,
mas de todas elas o livra o Senhor.
Guarda todos os seus ossos,
nem um só será quebrado.
A maldade leva o ímpio à morte,
os inimigos do justo serão castigados.
O Senhor defende a vida dos seus servos,
não serão castigados os que n’Ele se refugiam.

A santidade é fruto da graça do Senhor. Reconhece que só Ele pode salvar-te,
em todas as circunstâncias. Diz-lhe, do fundo do coração: "Senhor, Tu sabes
tudo, Tu sabes que Te amo!"

A solidão em que te encontras, agora, neste momento de oração, embora
possa haver ruído à tua volta, é como um deserto repleto de ar. À tua volta, e
dentro de ti, o eco da voz do Senhor murmura, límpido, uma palavra de amor.

Escuta de novo o salmo. O Senhor protege-te sempre. Ele permanece em ti e
não te abandona no abismo do medo.

Levanta os olhos para quem a teu lado precisa de carinho. O Senhor ensinou-
te a aproximares-te, como o bom samaritano... Irás passar adiante sem ajudar?
A tua eucaristia é obra de misericórdia: procura sorrir a toda a gente!

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.