DOMINGO XXV DO TEMPO COMUM

Hoje, a Igreja celebra o vigésimo quinto Domingo do Tempo Comum. 

Começa a tua oração
dando lugar no teu íntimo a sentimentos de paz, 
ao desejo de paz para todos... 
Deixa que a paz de Deus ganhe raízes no teu coração, 
para que nada te perturbe ou afaste do caminho que Deus te propõe: 
seres instrumento da sua paz.
Pede ao Senhor que este domingo
seja particularmente marcado pela paz de Cristo ressuscitado. 
Escuta-O a dizer: 
“A paz esteja convosco”. 
E deixa que a sua paz desça sobre ti e te converta, 
para seres sinal do Senhor Ressuscitado junto dos teus irmãos mais atribulados.

Ouve com atenção este Salmo 53. Tal como o salmista, põe-te na presença de um Deus que te protege e ampara a tua vida. 

[Salmo 53 (54)]
Senhor, salvai-me pelo vosso nome,
pelo vosso poder fazei-me justiça.
Senhor, ouvi a minha oração,
atendei às palavras da minha boca.

Levantaram-se contra mim os arrogantes,
e os violentos atentaram contra a minha vida.
Não têm a Deus na sua presença.

Deus vem em meu auxílio,
o Senhor sustenta a minha vida.
De bom grado oferecerei sacrifícios,
cantarei a glória do vosso nome, Senhor. 

Deixa o teu coração agradecido clamar: “Ó Deus, atende às minhas palavras! Os violentos me perseguem! Quero oferecer-Te um sacrifício e dar-Te graças!”... E repete… vai repetindo este clamor.

A oração franca, confiada e verdadeira é caminho de santidade. Como podes ajudar os outros a rezar? Como podes ajudar a fazer crescer o clima de oração do teu grupo, da tua família e da tua comunidade cristã? Ganha ânimo! Isso faz parte da missão de cada um.

Aproveita os próximos momentos para te pores em ação de graças. Ouvindo de novo o Salmo repete: “dou-te graças, meu Deus, porque és bom!” 

Faz o propósito de entrar nesta semana com uma atitude de louvor: em cada manhã começa por dizer: “quero oferecer-Vos este dia, Senhor, como um sacrifício de ação de graças por tanto bem recebido ao longo de toda a minha vida”. 

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.