Terça-feira da vigésima sétima semana do Tempo Comum

Hoje é dia nove de outubro, terça-feira da vigésima sétima semana do tempo comum.

Procura que a tua oração
seja um princípio de novidade no teu dia
e que o encontro com Jesus
seja razão suficiente para viveres na alegria. 
Invoca o Senhor, 
grita interiormente o teu desejo de viveres na sua presença... 
e começa assim a tua oração. 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 10, 38-42]

Jesus entrou em certa povoação
e uma mulher chamada Marta recebeu-O em sua casa.
Ela tinha uma irmã chamada Maria,
que, sentada aos pés de Jesus,
ouvia a sua palavra.
Entretanto, Marta atarefava-se com muito serviço.
Interveio então e disse:
«Senhor, não Te importas que minha irmã me deixe sozinha a servir?
Diz-lhe que venha ajudar-me».
O Senhor respondeu-lhe:
«Marta, Marta,
andas inquieta e preocupada com muitas coisas,
quando uma só é necessária.
Maria escolheu a melhor parte,
que não lhe será tirada». 

Marta e Maria tinham recebido Jesus em sua casa e Marta não tinha percebido bem a importância de lá ter Jesus. Talvez não tivesse percebido bem a importância de Jesus. 
Já percebeste bem a importância de Jesus na tua vida? Ou do Pai? Ou do Espírito Santo?

É importante encontrar um espaço para Deus na tua vida. E claro que isso pode ser muito difícil. Mesmo se rezas todos os dias, pode haver alturas em que deixas pouco espaço para Deus na tua oração.
Toma consciência dessa dificuldade e pede ao Espírito Santo que te ajude a rezar cada vez melhor.

Escutando de novo o Evangelho, centra-te nas duas irmãs em casa. Imagina Maria aos pés de Jesus e Marta a fazer o jantar. 

Marta era mais ativa e Maria mais passiva. São duas facetas da personalidade de cada um de nós. Raramente temos essas facetas em percentagens iguais. 
Qual te parece ser a predominante em ti? Qual te parece que tens de desenvolver? Fala com Jesus sobre isso. Serás mais Marta ou Maria? 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.