Quarta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e cinco de julho, festa litúrgica de São Tiago, Apóstolo.

Nos caminhos da Europa, nos trilhos dos séculos,
a figura de São Tiago Apóstolo
moveu os pés e as mãos de incontáveis peregrinos.
Na busca dos sinais divinos, 
reconhecemos que vivemos à procura,
indigentes de um sentido e de um amor
cuja presença não oprime.
Não deixes nunca, na tua oração,
de sentir e viver a tua procura, a tua busca,
o teu peregrinar.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 20, 20-28]

A mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com os filhos
e prostrou-se para Lhe fazer um pedido.
Jesus perguntou-lhe: «Que queres?».
Ela disse-Lhe:
«Ordena que estes meus dois filhos se sentem no teu reino
um à tua direita e outro à tua esquerda».
Jesus respondeu:
«Não sabeis o que estais a pedir.
Podeis beber o cálice que Eu hei de beber?».
Eles disseram: «Podemos».
Então Jesus declarou-lhes:
«Bebereis do meu cálice.
Mas sentar-se à minha direita e à minha esquerda
não pertence a Mim concedê-lo;
é para aqueles a quem meu Pai o designou».
Os outros dez, que tinham escutado,
indignaram-se com os dois irmãos.
Mas Jesus chamou-os e disse-lhes:
«Sabeis que os chefes das nações exercem domínio sobre elas
e os grandes fazem sentir sobre elas o seu poder.
Não deve ser assim entre vós.
Quem entre vós quiser tornar-se grande seja vosso servo
e quem entre vós quiser ser o primeiro seja vosso escravo.
Será como o filho do homem,
que não veio para ser servido, mas para servir
e dar a vida pela redenção dos homens». 

Prevendo que Jesus será aclamado rei, a mãe de Tiago e João abeira-se de d'Ele para Lhe pedir que os seus dois filhos ocupem os dois cargos mais importantes. 
É no cenário da proximidade da Paixão que irrompe esta mãe, acompanhada dos filhos, mostrando cumplicidade. Tantas vezes também tu és assim inconveniente, e fazes-te desentendido, porque não te interessa o que Jesus te está a dizer. 

No Antigo Testamento, o cálice é símbolo do sofrimento. João e Tiago estão dispostos a combater ao lado de Jesus, até que Ele seja reconhecido como rei. E a indignação dos restantes dez, perante o pedido da mãe de Tiago e João, só vem comprovar que são todos iguais, ambiciosos de honra mundana. 
Também andas com Jesus à procura deste tipo de honra?

Escuta pela segunda vez o Evangelho. Jesus é o servo que Se coloca abaixo de todos, assumindo inclusive o teu pecado, o teu desamor! Só deste modo o Messias pode corresponder aos teus anseios mais profundos, duma vida em abundância. Reza o teu estilo de liderança, nas tarefas que te são confiadas. 

Pede a graça de te colocares lado a lado com Jesus, na atitude de quem serve, para que comuniques mais vida à tua volta. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.