Quarta-feira da décima oitava semana do Tempo Comum

Hoje é dia oito de agosto, quarta-feira, memória litúrgica de São Domingos.

S. Domingos, o santo que hoje recordamos, viveu na transição entre o século
doze e o século treze. Fundou a Ordem dos Pregadores, mais conhecida como
"Dominicanos";. Foi um homem totalmente entregue ao Senhor e
profundamente comprometido com a Igreja.
Dá graças ao Senhor por este exemplo de santidade que coloca no teu
caminho... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 15, 21-28]

Jesus retirou-Se para os lados de Tiro e Sidónia.
Então, uma mulher cananeia, vinda daqueles arredores,
começou a gritar:
«Senhor, Filho de David, tem compaixão de mim.
Minha filha está cruelmente atormentada por um demónio».
Mas Jesus não lhe respondeu uma palavra.
Os discípulos aproximaram-se e pediram-Lhe:
«Atende-a, porque ela vem a gritar atrás de nós».
Jesus respondeu:
«Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel».
Mas a mulher veio prostrar-se diante d’Ele, dizendo:
«Socorre-me, Senhor».
Ele respondeu:
«Não é justo que se tome o pão dos filhos
para o lançar aos cachorrinhos».
Mas ela insistiu:
«É verdade, Senhor;
mas também os cachorrinhos
comem das migalhas que caem da mesa de seus donos».
Então Jesus respondeu-lhe:
«Mulher, é grande a tua fé. Faça-se como desejas».
E, a partir daquele momento, a sua filha ficou curada.

Jesus deixa-Se corrigir por uma cananeia, estrangeira para os judeus: não se
davam. Os discípulos, irritados, pedem a Jesus que a despreze. Aqui também
o problema dos grupos, que corresponderá à atual separação social,
económica, política, religiosa. Mas a mulher não desiste – quer Jesus, precisa
de Jesus, não larga Jesus.

“Senhor, tem piedade de mim”, grita a mulher cananeia sem parar. E,
prostrando-se aos pés de Jesus, diz: “Senhor, valei-me!”. Jesus responde:
“Mulher, grande é a tua Fé. Farei como pedes”.
A Fé muda tudo. A Fé mudou a atitude de Jesus. Não desistas de Jesus, assim
como Jesus nunca desiste de ti.

Vais ouvir outra vez o texto e ouvirás outra vez esta frase: “Senhor, mas
também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus
donos”.
O que sentiria a cananeia, que limite seria o seu para se comparar com um
cachorro?

Pensa nas pessoas que cruzam o teu caminho. Como olhas para elas? Será
que pensas que um miserável que se aproxima de ti sujo, roto, desgrenhado e
desdentado pode querer somente iniciar uma conversa, uma relação, um
cêntimo de amizade, atenção e amor?
Fala com Jesus sobre as tuas atitudes.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.