Quarta-feira da vigésima semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e dois de agosto, quarta-feira, memória litúrgica da Virgem
Santa Maria, Rainha.

Hoje,
convida Nossa Senhora para a tua oração.
Pede-lhe que te ensine o silêncio,
a disponibilidade.
a entrega.
Sobretudo, que te ensine o louvor.
Deixa-te ficar na companhia da Mãe do teu Senhor...
e começa com ela a tua oração.

Escuta esta passagem do Salmo vinte e dois. [Sl 22 (23), 1-3a.3b-4.5.6]

O Senhor é meu pastor: nada me falta.
Leva-me a descansar em verdes prados,
conduz-me às águas refrescantes
e reconforta a minha alma.
Ele me guia por sendas direitas por amor do seu nome.
Ainda que tenha de andar por vales tenebrosos,
não temerei nenhum mal, porque Vós estais comigo:
o vosso cajado e o vosso báculo
me enchem de confiança.
Para mim preparais a mesa
à vista dos meus adversários;
com óleo me perfumais a cabeça
e o meu cálice transborda.
A bondade e a graça hão de acompanhar-me
todos os dias da minha vida,
e habitarei na casa do Senhor
para todo o sempre.

Deixar-se conduzir é confiar no pastor formoso e gracioso. Seduz pela beleza e
envia pela bondade. Ser guiado por Jesus consiste, ao mesmo tempo, em
permanecer apaixonado e apaixonar tudo e todos. À imitação de Nossa
Senhora.

Ao longo dos séculos, a poesia deste salmo conserva o seu fascínio de viagem
e repouso. Nem tudo parece fácil, no entanto. Há vales tenebrosos, cajados
que protegem de lobos. A escuridão são os pecados; as feras, a tentação do
Maligno.

O salmo também fala da reconciliação. Como consideras, neste contexto de luz
e sombra, a necessidade de recuperar o ânimo pela absolvição? Vai ter com
Maria. Pede a Jesus que te faça desejar receber, de graça, o perdão
sacramental do Pai.

O dono da casa recebe, acolhe, serve e dá-Se em alimento. Seguir Jesus é
andar com Ele, permanecer n’Ele. Sentir a fragrância da sua amizade requer
um coração purificado e, com Nossa Senhora e os apóstolos, comer em paz o
pão da eucaristia.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.