Sexta-feira da décima terceira semana do Tempo Comum

Hoje é dia seis de julho, sexta-feira, memória litúrgica de Santa Maria Goretti.

Hoje põe-te à escuta, 
o Senhor quer dialogar contigo. 
Ele tem uma palavra para te comunicar: 
abre com docilidade o teu coração para acolher a sua palavra. 
O Senhor chama-te pelo nome: 
levanta-te e segue-O. 
Em comunhão com os voluntários da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre, 
começa assim a tua oração. 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 9, 9-13] 

Jesus ia a passar,
quando viu um homem chamado Mateus,
sentado no posto de cobrança dos impostos,
e disse-lhe: «Segue-Me».
Ele levantou-se e seguiu Jesus.
Um dia em que Jesus estava à mesa em casa de Mateus,
muitos publicanos e pecadores
vieram sentar-se com Ele e os seus discípulos.
Vendo isto, os fariseus diziam aos discípulos:
«Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?».
Jesus ouviu-os e respondeu:
«Não são os que têm saúde que precisam do médico,
mas sim os doentes.
Ide aprender o que significa:
‘Prefiro a misericórdia ao sacrifício’.
Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores». 

O Senhor escolhe quem chama. Não porque sejam bons e perfeitos, mas porque precisam d’Ele e da sua graça e misericórdia. Jesus quer curar e salvar. Quer curar-te e salvar-te, para que possas, pela experiência do encontro com Ele, ser instrumento dessa graça e misericórdia. 

Santa Maria Goretti perdoou, antes de morrer, o seu agressor. Este gesto de misericórdia converteu-o e ele, como resposta, entregou-se ao Senhor para O servir na Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. 
Como podes, hoje, ser mediação da misericórdia do Senhor junto dos teus irmãos e junto daqueles que te magoam? Pede esta graça ao Senhor.

Escuta novamente a leitura do Evangelho e pede luz e graça para compreenderes, no mais íntimo, estas palavras: «Prefiro a misericórdia ao sacrifício». 

Ao terminares a tua oração, recorda-te que uma forma de seres mediação de misericórdia é rezares pelos teus irmãos perseguidos no mundo e pela conversão dos seus perseguidores. Ergue o teu coração ao Senhor e pede por eles com amor. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.