Sexta-feira da trigésima quarta semana do Tempo Comum

Hoje é dia trinta de novembro, sexta-feira, festa litúrgica de Santo André, Apóstolo.

Vais começar a tua oração.
Há, certamente, muitas coisas importantes que exigem o teu cuidado.
Procura libertar o teu coração de tudo isso,
para que o Senhor te encontre disponível para estar com Ele.
Se não te for possível pacificar o coração,
confia ao Senhor as tuas angústias e os teus trabalhos.
Sobretudo, não deixes de dar o tempo necessário à oração.
E o Senhor saberá tirar de tudo isso frutos de paz e alegria para ti.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 4, 18-22]

Caminhando Jesus ao longo do mar da Galileia,
viu dois irmãos:
Simão, chamado Pedro, e seu irmão André,
que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores.
Disse-lhes Jesus:
«Vinde e segui-Me
e farei de vós pescadores de homens».
Eles deixaram logo as redes e seguiram-No.
Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos:
Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João,
que estavam no barco, na companhia de seu pai Zebedeu,
a consertar as redes.
Jesus chamou-os
e eles, deixando o barco e o pai, seguiram-No.

Quatro personagens, quatro estórias, quatro vidas que inauguram um novo capítulo na sua existência depois de serem encontradas por Jesus. Todo eles deixaram o barco e dois deles o pai para seguirem Jesus.
E tu, o que deixaste para seguir Jesus?

Deixar a profissão e a família para seguir Jesus pode não ser fácil, mas não é impossível. Impossível é seguir Jesus e a vida continuar como antes, como se nada tivesse acontecido.

Ao escutar de novo o Evangelho, imagina-te na praia com os discípulos. Sentes o desejo de seguir Jesus ou surge em ti algum temor?

O que é que te impede de seguir Jesus? O que é que ainda não foste capaz de deixar para segui-Lo de todo o coração?
Pede ao Senhor a graça da liberdade interior.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.