Quinta-feira da décima segunda semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e oito de junho, quinta-feira, memória litúrgica de Santo Ireneu. 

Ao fazer memória do mártir Santo Ireneu, a Igreja convida-te a rezar por todos os teus irmãos que estão a sofrer perseguição pela sua fé em Jesus Cristo e por todos aqueles que já derramaram o seu sangue. Reza também por todos os perseguidores da Igreja, para que a graça de Deus toque os seus corações endurecidos. Com o teu coração aberto e a abraçar os teus irmãos desta forma, começa assim a tua oração, hoje, de modo particular, em comunhão com os irmãos da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre. 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 7, 21-29]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Nem todo aquele que Me diz ‘Senhor, Senhor’
entrará no reino dos Céus,
mas só aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos Céus.
Muitos Me dirão no dia do Juízo:
‘Senhor, não foi em teu nome que profetizámos
e em teu nome que expulsámos demónios
e em teu nome que fizemos tantos milagres?’.
Então lhes direi bem alto:
‘Nunca vos conheci.
Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade’.
Todo aquele que ouve as minhas palavras
e as põe em prática
é como o homem prudente
que edificou a sua casa sobre a rocha.
Caiu a chuva, vieram as torrentes
e sopraram os ventos contra aquela casa;
mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.
Mas todo aquele que ouve as minhas palavras
e não as põe em prática
é como o homem insensato
que edificou a sua casa sobre a areia.
Caiu a chuva, vieram as torrentes
e sopraram os ventos contra aquela casa;
ela desmoronou-se e foi grande a sua ruína».
Quando Jesus acabou de falar,
a multidão estava admirada com a sua doutrina,
porque a ensinava como quem tem autoridade
e não como os escribas. 

Ser cristão não significa apenas ir à missa todos os Domingos. É necessário viver com o coração atento e à escuta, para acertar com a vontade de Deus. A Palavra de Deus é o alimento que te fortalece, é a bússola que te indica o caminho, é luz para os teus passos. A Palavra transforma e purifica, ensina e reconforta. Escuta-a com amor e segue o que ela te indicar hoje, na fidelidade ao Senhor. 

Com o coração cheio da Palavra de Deus, a tua vida trasbordará da sua presença! Tornar-te-á o rosto visível de Jesus para todos os que te rodeiam. Dando testemunho d’Ele, tu, juntamente com tantos outros cristãos no mundo, serás a alegria de muitos e sinal de contradição para outros. Abraçar a vontade de Deus implica também aceitar a cruz de Jesus com amor. 

Escuta novamente a leitura do Evangelho e pede a graça da docilidade à Palavra de Deus. 

Ao terminares a tua oração, pede ao Senhor uma maior sensibilidade para as realidades dolorosas no mundo. Que esta sensibilidade te conduza ao dom e ao serviço pelos que mais sofrem. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.