Quarta-feira da Oitava de Páscoa

Hoje é dia dezanove de abril, quarta-feira da Oitava de Páscoa. 

A beleza da vida espiritual
não está na conservação de um modelo moral ou ético;
tal equivale a misturar água
ao vinho maravilhoso e sublime da vida pascal
e da presença do Senhor Ressuscitado na tua história.
Hoje, na tua oração,
renova o teu batismo, sinal
do mergulhar do Espírito Santo na tua vida:
e que os frutos do Espírito não deixem de amadurecer
na serena e firme esperança dos teus dias.

 

Escuta esta passagem do livro dos Atos dos Apóstolos. [L 1 Atos 3, 1-10].

Pedro e João subiam ao templo
para a oração das três horas da tarde.
Trouxeram então um homem, coxo de nascença,
que colocavam todos os dias à porta do templo, chamada Porta Formosa,
para pedir esmola aos que entravam.
Ao ver Pedro e João, que iam a entrar no templo,
pediu-lhes esmola.
Pedro, juntamente com João,
olhou fixamente para ele e disse-lhe:
«Olha para nós».
O coxo olhava atentamente para Pedro e João,
esperando receber deles alguma coisa.
Pedro disse-lhe:
«Não tenho ouro nem prata,
mas dou-te o que tenho:
em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda».
E, tomando-lhe a mão direita, levantou-o.
Nesse instante fortaleceram-se-lhe os pés e os tornozelos,
levantou-se de um salto, pôs-se de pé e começou a andar;
depois entrou com eles no templo,
caminhando, saltando e louvando a Deus.
Toda a gente o viu caminhar e louvar a Deus
e, sabendo que era aquele que costumava estar sentado,
a mendigar, à Porta Formosa do templo,
ficaram cheios de admiração e assombro pelo que lhe tinha acontecido. 

 

Pontos de oração

A esmola que o homem coxo pedia era, certamente, alguma ajuda económica. Mas recebeu a cura da sua enfermidade.
Não deixes nunca de pedir o que julgas necessário: o que receberás é sempre melhor. 

Quem terá o doente visto quando olhou para Pedro e João? Homens bons que lhe deram a possibilidade de acreditar numa dádiva impensável. Do nada nasce a salvação. Puro dom da graça, alegria transbordante em saltos de louvor.

Os apóstolos não precisam de dinheiro para dar vida, alegria e paz. É Jesus ressuscitado a sua única riqueza. 
Escuta da novo o Livros dos Atos dos Apóstolos. O que tens não é teu nem és tu. Só Deus basta!

 

Colóquio final

Conversa com Jesus sobre o modo como fazes o bem e sobre as vezes em que deixas de o fazer, por não teres os olhos postos n’Ele. Agradece ao Senhor as maravilhas que realiza diariamente em ti.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.