Quarta-feira da sexta semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte de fevereiro, quarta-feira da sexta semana do tempo comum, memória facultativa dos Santos Francisco e Jacinta Marto.

Agradece ao Senhor este tempo de oração.
Confia-Lhe o teu desejo de ficares na sua presença
e de viveres continuamente esta presença
que dá sentido aos teus dias.
Não tenhas pressa em pôr de lado estes sentimentos,
pois eles ajudam-te a viver mais intensamente a tua oração
e o teu desejo de Deus.
Diz ao Senhor: “A minha alma tem sede de Ti, meu Deus”.
E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 18, 1-5.10]

Os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-Lhe:
«Quem é o maior no reino dos Céus?».
Jesus chamou uma criança,
colocou-a no meio deles e disse-lhes:
«Em verdade vos digo:
Se não vos converterdes
e não vos tornardes como as crianças,
não entrareis no reino dos Céus.
Quem for humilde como esta criança
esse será o maior no reino dos Céus.
E quem acolher em meu nome uma criança como esta
acolhe-Me a Mim.
Vede bem. Não desprezeis um só destes pequeninos.
Eu vos digo que os seus Anjos veem continuamente
o rosto de meu Pai que está nos Céus».

O maior é quem se faz como uma criança. Basta pensares nos irmãos Francisco e Jacinta, que a Igreja propõe que hoje recordes. Eles foram de uma força, uma fé e uma alegria gigantes. – Mesmo sendo crianças pobres, que nada recomendava aos olhos dos grandes deste mundo.

Aprende a ser simples e despreocupado como uma criança. Não apenas porque desejas entrar no reino dos Céus, mas porque Jesus Se identifica com as crianças: quem acolhe uma criança, acolhe-O a Ele.

É grave, gravíssimo, magoar, enganar, desprezar uma criança. As ofensas às crianças precisam de conversão profunda, em cada um e em toda a Igreja.

Não desperdices a oportunidade de falar com crianças. É difícil, porque é um teste à tua capacidade de entrar no seu mundo, obriga-te a ser simples e a olhar o mundo ao seu jeito. Mas este caminho da infância é também o caminho do Reino de Deus.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.