Quarta-feira da primeira semana da Quaresma

Hoje é dia treze de março, quarta-feira da primeira semana da quaresma.

Rezar é um modo de universalizar o teu coração,
se quiseres ter um coração universal.
Um coração que não vive fechado na sua pequena tenda
mas exposto aos ventos do mundo,
sejam eles quentes e suaves
ou frios e tempestuosos.
Um coração que toma a Igreja toda como sua,
nas suas alegrias e nas suas dificuldades.
Hoje, traz à tua oração o Papa Francisco,
no sexto aniversário da sua eleição como sucessor de Pedro.
Pede ao Espírito Santo que o abençoe e lhe conceda os seus dons...
E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 11, 29-32]

Uma grande multidão aglomerava-se à volta de Jesus
e Ele começou a dizer:
«Esta geração é uma geração perversa:
pede um sinal,
mas nenhum sinal lhe será dado, senão o sinal de Jonas.
Assim como Jonas foi um sinal para os habitantes de Nínive,
assim o será também o Filho do homem para esta geração.
No juízo final,
a rainha do sul levantar-se-á com os homens desta geração
e há de condená-los,
porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão;
e aqui está quem é maior do que Salomão.
No juízo final,
os homens de Nínive levantar-se-ão com esta geração e hão de condená-la,
porque fizeram penitência ao ouvir a pregação de Jonas;
e aqui está quem é maior do que Jonas».

Assim como os judeus queriam um sinal que lhes garantisse que Jesus era o Messias – “O Enviado” – também o mundo quer viver de sinais, de garantias, de certezas, quer ter a razão e o poder. É orgulhoso demais para se enganar e perder.

Jesus, profundamente humano, irritou-se com o pedido de garantia que Lhe fizeram e disse-lhes que o único sinal que lhes dava era o sinal de Jonas. Jonas fora um sinal para os habitantes de Nínive, que se converteram das suas más ações. Jesus, na sua morte e ressurreição, será um sinal para que todos se convertam e acreditem no Evangelho. Acolhes este sinal do Senhor?

Ouve outra vez o Evangelho e repara como Jesus denuncia a cegueira dos seus ouvintes: Ele é maior do que Salomão e Jonas; apesar disso, os seus conterrâneos não deixam de exigir sinais que os satisfaçam. Isto diz-te alguma coisa?

Se estiveres em comunhão com o Senhor Jesus, não precisarás de nenhum sinal para entender que Ele é o Messias, o Filho de Deus vivo, Aquele que te vem salvar.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.