Quarta-feira da quarta semana da Quaresma

Hoje é dia catorze de março, quarta-feira da quarta semana da Quaresma.

É diante da nossa vida que encontramos
o dom e a responsabilidade maiores,
a graça e a exigência das relações,
o sentido do humano e do divino.
Que este caminho quaresmal alimente em ti
a memória do tempo e da história,
e que a Páscoa do Senhor abra o teu olhar
para o horizonte da eternidade.

 

Escuta esta passagem do Livro do Profeta Isaías. [L1 Is 49, 8-15].

Assim fala o Senhor:
«No tempo da graça, Eu te ouvi;
no dia da salvação, Eu te ajudei.
Eu te formei e designei para renovar a aliança do povo,
para restaurar a terra e reocupar as herdades devastadas;
para dizer aos prisioneiros: ‘Saí para fora’
e àqueles que vivem nas trevas: ‘Vinde para a luz’.
Hão de alimentar-se em todos os caminhos
e acharão pastagem em todas as encostas.
Não sentirão fome nem sede,
nem o sol ou o vento ardente cairão sobre eles,
porque Aquele que tem compaixão deles os guiará
e os conduzirá às nascentes da água.
De todas as minhas montanhas farei caminhos
e as minhas estradas serão niveladas.
Ei-los que vêm de longe:
uns do Norte e do Poente, outros da terra de Sinim.
Rejubilai, ó céus; exulta, ó terra; montes, soltai gritos de alegria,
porque o Senhor consola o seu povo
e tem compaixão dos seus pobres.
Sião dizia:
‘O Senhor abandonou-me, o Senhor esqueceu-Se de mim’.
Pode a mulher esquecer-se da criança que amamenta
e não ter carinho pelo fruto das suas entranhas?
Mas ainda que ela o esquecesse,
Eu nunca te esquecerei». 

 

Ecoa no texto de Isaías a alegria do regresso iminente do povo à sua terra. É Deus, pela voz do profeta, que chama para este caminho. É o Senhor que liberta os prisioneiros. 
Neste momento, por onde passa o teu regresso a Deus? 

Aquele que tem compaixão do seu Povo o guiará e o conduzirá às nascentes da água. É Deus que desperta a sede, é Ele que te conduz à fonte. 
Agradece a Deus esta sede e pede-Lhe que te liberte da ilusão de falsos oásis. Pede-Lhe que te faça viver como quem realmente acredita que Ele é o único necessário. 

Deixa-te contagiar pelo entusiasmo de Deus, pela alegria que vibra nas suas entranhas ao aproximar-Se do seu povo. 

Agradece ao Deus que nunca Se esquece de ti, toma consciência do vínculo que te une a Ele, mais forte que o laço que une a mãe ao seu filho. 

 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.