Quarta-feira da quinta semana da Quaresma

Hoje é dia dezasseis de Março, quarta-feira da quinta semana da Quaresma. 

Da Comunidade de Taizé, estás a escutar De noche.

Quando Maria diz “Eis a escrava do Senhor”, está a dizer que confia totalmente naquilo que Ele lhe pede. 
Ela confia a sua vida totalmente, sem nenhuma outra segurança que não seja o Amor do Senhor. Não tem um plano alternativo porque sabe em quem põe a sua confiança. 
É totalmente livre. Não se deixa condicionar pelos seus medos, mas vai para além deles confiando totalmente. 
Pede ao Senhor a graça da confiança n’Ele. 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 8, 31-42] 

Dizia Jesus aos judeus que tinham acreditado n’Ele: 
«Se permanecerdes na minha palavra, 
sereis verdadeiramente meus discípulos, 
conhecereis a verdade
e a verdade vos libertará». 
Eles responderam-Lhe: 
«Nós somos descendentes de Abraão
e nunca fomos escravos de ninguém. 
Como é que Tu dizes: ‘Ficareis livres’?» 
Respondeu Jesus: 
«Em verdade, em verdade vos digo: 
Todo aquele que comete o pecado é escravo. 
Ora o escravo não fica para sempre em casa;
o filho é que fica para sempre. 
Mas se o Filho vos libertar, 
sereis realmente homens livres. 
Bem sei que sois descendentes de Abraão; 
mas procurais matar-Me, 
porque a minha palavra não entra em vós. 
Eu digo o que vi junto de meu Pai
e vós fazeis o que ouvistes ao vosso pai».

 

Pontos de oração

“Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.” 
As palavras de Jesus fazem-te viver uma existência mais cheia, mais atenta a este milagre que é o mundo, e também uma entrega mais generosa aos outros. 
Procuras levar no teu coração, ao longo de cada dia, as palavras de Jesus? 

“Se o Filho vos libertar, sereis realmente homens livres.” 
Só uma pessoa poderá ajudar outra a crescer em liberdade. É uma experiência que tu também fazes e observas nos outros. Como é bela uma criança quando se sente amada! A liberdade é um caminho que começa no teu íntimo e que depois alastra a tudo aquilo que és, ao mundo à tua volta e àqueles que o Senhor te confia. 
Experimenta esta liberdade que Jesus te comunica nos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia.

Escuta novamente o Evangelho. Torna presente no teu coração que acolher o perdão e o amor incondicional de Deus, é reconhecer que Ele é o teu Pai misericordioso e bom.  

 

Colóquio final

Pede ao Senhor que te faça gozar a liberdade dos filhos de Deus. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.