Quarta-feira da quinta semana da quaresma

Hoje é dia dez de abril, quarta-feira da quinta semana da quaresma.

“Bendito sejais, Senhor, Deus dos nossos pais”. A oração de louvor é, talvez, aquela que mais te aproxima de Deus. Faz-te sair de ti, ir ao encontro d'Aquele que é fonte de todo o bem na tua vida e ficar a contemplar o seu amor eterno. É uma oração desprendida e despretensiosa, livre para se exprimir dos modos mas inesperados. “Bendito sejais, Senhor, Deus dos nossos pais”... Traz à memória as gerações que te precederam na fé e te ensinaram a viver como discípulo de Jesus e Filho de Deus. Agradece com generosidade as obras do Senhor no passado e no presente... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 8, 31-42]

Dizia Jesus aos judeus que tinham acreditado n’Ele: «Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará». Eles responderam-Lhe: «Nós somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como é que Tu dizes: ‘Ficareis livres’?» Respondeu Jesus: «Em verdade, em verdade vos digo: Todo aquele que comete o pecado é escravo. Ora o escravo não fica para sempre em casa; o filho é que fica para sempre. Mas se o Filho vos libertar, sereis realmente homens livres. Bem sei que sois descendentes de Abraão; mas procurais matar-Me, porque a minha palavra não entra em vós. Eu digo o que vi junto de meu Pai e vós fazeis o que ouvistes ao vosso pai». Eles disseram: «O nosso pai é Abraão». Respondeu-lhes Jesus: «Se fôsseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. Mas procurais matar-Me, a Mim que vos disse a verdade que ouvi de Deus. Abraão não procedeu assim. Vós fazeis as obras do vosso pai». Disseram-Lhe eles: «Nós não somos filhos ilegítimos; só temos um pai, que é Deus». Respondeu-lhes Jesus: «Se Deus fosse o vosso Pai, amar-Me-íeis, porque saí de Deus e d’Ele venho. Eu não vim de Mim próprio; foi Ele que Me enviou».

Pontos de oração

Jesus diz-nos que se permanecermos na sua palavra seremos verdadeiramente seus discípulos. O que é para ti permanecer na palavra de Jesus? Talvez seja permanecer dentro dos limites que ela traça e cumprir os mandamento: amar a Deus com toda a tua capacidade e acima de todas as coisas e o próximo como a ti mesmo.

Se cumprirmos a palavra de Jesus seremos verdadeiramente seus discípulos. Queres ser discípulo de Jesus? VERDADEIRAMENTE discípulo de Jesus? Qual será a diferença entre ser discípulo e sê-lo verdadeiramente? Porque não perguntas isso a Jesus?

Escuta de novo o Evangelho e imagina Jesus rodeado dos judeus a quem está a falar. Eram os judeus que tinham acreditado n’Ele.

És verdadeiramente discípulo de Jesus? Será que o podes afirmar com verdade? Porquê? Fala com Nossa Senhora sobre isso, ela que é o modelo dos discípulos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.