Quarta-feira da segunda semana do Advento

Hoje é dia sete de dezembro, quarta-feira da segunda semana do Advento.

Numa interpretação dos Deller Consort estás a escutar Tristis est anima mea.

Procura fazer silêncio no teu coração. Devagarinho e sem pressa, procura silenciar a agitação que a vida te impõe. No silêncio, vai criando espaço para poderes escutar o teu Senhor que te quer falar. A voz d’Ele é suave e delicada: tal como a brisa que passa e que tantas vezes estás demasiado ocupado para sentir. A sua voz precisa do teu silêncio para a poderes escutar. Não tenhas pressa... oferece ao Senhor estes minutos de oração. Assim, vale a pena começares a tua oração.  

 

Escuta esta passagem do livro do profeta Isaías. [L1 Is 40, 25-31]

«A quem Me comparareis que seja semelhante a Mim? 
– diz o Deus Santo.
Erguei os olhos para o alto e olhai.
Quem criou estas estrelas?
Aquele que as conta e as faz marchar como um exército
e as chama a todas pelos seus nomes.
Tal é a sua força e tão grande é o seu poder,
que nenhuma falta à chamada.
Jacob, porque dizes; Israel, porque afirmas:
‘O meu destino está oculto ao Senhor
e a minha causa passa despercebida ao meu Deus’? 
Não o sabes, não o ouviste dizer?
O Senhor é um Deus eterno,
criador da terra até aos seus confins.
Ele não Se cansa nem Se fatiga e a sua inteligência é insondável.
Dá força ao que anda exausto e vigor ao que anda enfraquecido.
Os jovens cansam-se e fatigam-se e os adultos tropeçam e vacilam.
Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, 
formam asas como as águias.
Correm sem se fatigarem,
caminham sem se cansarem». 

 

Pontos de oração

Tantas vezes nos sentimos pequenos perante os nossos problemas; tantas vezes nos sentimos esquecidos por Deus. Em resposta, Isaías lembra apenas isto: o nosso Deus é o criador da terra “até aos seus confins”. Como que dizendo: “não mostres só a Deus o tamanho dos teus problemas; mostra aos teus problemas o tamanho do teu Deus”. 

O segredo está aqui: ‘esperar no Senhor’. Mas, ‘esperar’, como? Esperar não é permanecer numa desinteressante e passiva indiferença, aguardando que algo aconteça. É antes um gesto profundo e apaixonado de preparar o espaço para que te encontres contigo mesmo. Porque, no mais fundo de ti, aí encontrarás Deus. 

Ao ouvir de novo o Livro de Isaías, repara na confiança do profeta e na promessa que deixa. 

 

Colóquio final

Pede ao Senhor que te ajude a identificar e a libertar de tudo o que te rouba energia. Pede-Lhe a graça de entrar numa espera que te transforme por dentro. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.