Quarta-feira da segunda semana do tempo pascal

Hoje é dia seis de Abril, quarta-feira da segunda semana do tempo pascal.

De Margaret Rizza estás a escutar Laudate Dominum.

“Eu vos louvarei, Senhor, entre os povos
e anunciarei o vosso nome aos meus irmãos”.
Hoje é preciso coragem para cumprir este voto do salmista. 
Precisam de coragem os cristãos fisicamente perseguidos
em tantos países. 
Precisam também de coragem os cristãos dos países onde a perseguição
não é legal,
mas já se tornou comum o insulto, a discriminação, 
países onde ser cristão é visto como coisa do passado, 
própria de gente inculta e intelectualmente pouco dotada... 
Pede ao Senhor a coragem de O louvar e anunciar onde for menos fácil... 
e começa assim a tua oração

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 3, 16-21]

Disse Jesus a Nicodemos:
«Deus amou tanto o mundo que entregou o seu Filho Unigénito,
para que todo o homem que acredita n’Ele
não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus não enviou o Filho ao mundo
para condenar o mundo,
mas para que o mundo seja salvo por Ele.
Quem acredita n’Ele não é condenado,
mas quem não acredita já está condenado,
porque não acreditou no nome do Filho Unigénito de Deus.
E a causa da condenação é esta:
a luz veio ao mundo
e os homens amaram mais as trevas do que a luz,
porque eram más as suas obras.
Todo aquele que pratica más acções
odeia a luz e não se aproxima dela,
para que as suas obras não sejam denunciadas.
Mas quem pratica a verdade aproxima-se da luz,
para que as suas obras sejam manifestas,
pois são feitas em Deus». 

 

Pontos de oração

Neste texto, São João diz que Deus amou tanto o mundo que lhe entregou o seu Filho. 
Repara na maravilha disto. Deus entregou-te o seu Filho. Deus deu-te o seu Filho. A partir de então, o seu Filho é teu irmão. Contempla esta realidade.

Deus enviou Jesus ao mundo para que tu sejas salvo por Ele. E para isso deu-te os mandamentos do amor. E para isso deu-Se inteiramente, mostrando que Deus morre – e morte de cruz! – por ti. Queres agradecer isso?

Agora ouve com particular atenção a primeira parte do evangelho de hoje.

 

Colóquio final

No final desta oração, manifesta ao Pai a tua vontade de amares cada vez mais, de corresponderes ao seu amor por ti.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.