Quarta-feira da sétima semana do Tempo Pascal

Hoje é dia dezasseis de maio, quarta-feira da sétima semana do Tempo Pascal.

Apresenta-se, diante de ti, um breve tempo de oração.
Contempla-o como uma possibilidade de graça,
um pequeno respiro no seio do teu dia.
Reúne os pensamentos e emoções, dúvidas e preocupações,
e coloca-os em sintonia com o teu ser mais íntimo.
Vive, de modo livre e gratuito, o silêncio
como o espaço e o tempo do Espírito.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 17, 11-19]

Jesus ergueu os olhos ao Céu e orou deste modo:
«Pai santo, guarda-os em teu nome, o nome que Me deste,
para que sejam um, como Nós.
Quando Eu estava com eles,
guardava-os em teu nome,
o nome que Me deste.
Guardei-os e nenhum deles se perdeu,
a não ser o filho da perdição;
e assim se cumpriu a Escritura.
Mas agora vou para Ti;
e digo isto no mundo,
para que eles tenham em si mesmos
a plenitude da minha alegria.
Dei-lhes a tua palavra
e o mundo odiou-os, por não serem do mundo,
como Eu não sou do mundo.
Não peço que os tires do mundo,
mas que os livres do mal.
Eles não são do mundo,
como Eu não sou do mundo.
Consagra-os na verdade.
A tua palavra é a verdade.
Assim como Tu Me enviaste ao mundo,
também Eu os enviei ao mundo.
Eu consagro-Me por eles,
para que também eles sejam consagrados na verdade». 

 

No texto de hoje, Jesus diz que os discípulos não são do mundo. Esta palavra, «mundo», em S. João, é sinónimo de pecado. Logo, os discípulos de Jesus não pertencem ao pecado.
E tu? Tu também não pertences. Mas há ocasiões em que te entregas ao pecado. Queres rezar sobre isso? 

Depois de dizer que os discípulos não pertencem ao mundo, Jesus pede ao Pai para os consagrar na verdade. Quer dizer, para os discípulos serem dedicados à verdade. 
Tu também queres ter uma vida dedicada à Verdade? 

Ouve o texto outra vez. Imagina Jesus a rezar ao Pai em frente aos seus discípulos. 

 

Durante este tempo de oração, o Senhor convidou-te a seres da verdade. Conversa com o Ele sobre este convite e diz-Lhe o que desejas fazer.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.