Quarta-feira da trigésima quarta semana do tempo comum

Hoje é dia vinte e três de Novembro, quarta-feira da trigésima quarta semana do tempo comum. 

Jesus diz-nos para orar e vigiar. Pede para estarmos atentos. 
É tão importante poder parar e olhar à nossa volta. 
Vigiando e orando, acabarás por reconhecer a presença do Espírito Santo na tua vida. Ele está sempre dentro de ti, sempre contigo, mas só vigiando e orando despertas em ti a sensibilidade do Amor, o único capaz de O reconhecer. 
Pede-Lhe a graça de um coração sensível à sua presença. 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 21, 12-19]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Deitar-vos-ão as mãos e hão de perseguir-vos,
entregando-vos às sinagogas e às prisões,
conduzindo-vos à presença de  reis e governadores,
por causa do meu nome.
Assim tereis ocasião de dar testemunho.
Tende presente em vossos corações
que não deveis preparar a vossa defesa.
Eu vos darei língua e sabedoria
a que nenhum dos vossos adversários poderá resistir ou contradizer.
Sereis entregues até pelos vossos pais,
irmãos, parentes e amigos.
Causarão a morte a alguns de vós
e todos vos odiarão por causa do meu nome;
mas nenhum cabelo da vossa cabeça se perderá.
Pela vossa perseverança salvareis as vossas almas». 

 

Pontos de oração

Seguir Jesus é uma opção de vida. E, como todas as opções, tem consequências difíceis. Jesus não deixa que te iludas e fala de perseguições. Mas também não quer que te desiludas, e diz que as perseguições são ocasião de dar testemunho. 
Já sentiste dificuldade em dar testemunho de Jesus?

Jesus promete-te sabedoria para enfrentar as dificuldades e apela à tua perseverança. Provavelmente, já te apeteceu deixar de segui-Lo. Provavelmente, voltará a acontecer. Mas é sendo fiel a Jesus, é sendo perseverante que sentirás a alegria profunda que só Ele pode dar. 
Que experiência tens de ser fiel a Jesus? Que efeito teve em ti?

Ao ouvir outra vez a leitura, repara que as dificuldades que poderás encontrar no seguimento de Jesus são por causa do seu nome. É Ele que é perseguido, entregue e posto na prisão. No fundo, seguir Jesus é procurar viver como Ele viveu, em todos os aspectos da sua vida.

 

Colóquio final

Para terminar a tua oração, conversa com Jesus sobre as contrariedades que Ele enfrentou e sobre as dificuldades que tu encontras ao procurar segui-Lo. Desabafa, pede fortaleza, procura perceber como Ele faria no teu lugar.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.