Quarta-feira da vigésima segunda semana do Tempo Comum

Hoje é dia trinta e um de agosto, quarta-feira da vigésima segunda semana do Tempo Comum.

Quando rezas, reconheces que não dependes só de ti, mas de um outro. Rezando, estás a dizer que o centro do teu mundo não és tu, mas é o Senhor. Que é Ele a meta de tudo o que fazes e és. 

Ele é sempre tão discreto e silencioso. Não impõe a sua presença. Não força a entrada. Ele será o centro do teu mundo só se O acolheres. 
Deixa-te habitar pelo desejo de fazer da tua vida um lugar definitivamente marcado pela presença de Deus. Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo são Lucas. [Ev Lc 4, 38-44]

Jesus saiu da sinagoga e entrou em casa de Simão. 
A sogra de Simão estava com febre muito alta
e pediram a Jesus que fizesse alguma coisa por ela. 
Jesus, aproximando-Se da sua cabeceira,
falou imperiosamente à febre,
e a febre deixou-a.
Ela levantou-se e começou logo a servi-los.
Ao pôr do sol,
todos os que tinham doentes com diversas enfermidades
traziam-nos a Jesus
e Jesus, impondo as mãos sobre cada um deles, curava-os. 
De muitos deles saíam demónios, que diziam em altos gritos: 
«Tu és o Filho de Deus».
Mas Jesus, em tom severo, impedia-os de falar,
porque sabiam que Ele era o Messias.
Ao romper do dia,
Jesus dirigiu-Se a um lugar deserto.
A multidão foi à procura d’Ele e, tendo-O encontrado, queria retê-Lo,
para que não os deixasse.
Mas Jesus disse-lhes:
«Tenho de ir também às outras cidades anunciar a boa nova do reino de Deus,
porque para isto fui enviado».
E pregava pelas sinagogas da Judeia.

 

Pontos de oração

Jesus escuta sempre aqueles que O rodeiam. Dá-lhes o seu tempo e acolhe os seus pedidos. 
Hoje, Jesus quer escutar os teus pedidos, quer saber de ti. Conversa com Ele sobre o que te anima ou desanima ou sobre o que te ocupa, os teus projetos e desejos.

É a relação com Jesus que te cura e salva. É ela que alimenta a tua alma e te concede a alegria e a paz que perduram para além da agitação e do barulho exteriores. 
Que espaço dás a Jesus na tua vida? O centro ou a margem? Que espaço Lhe queres dar? Não te esqueças que as grandes mudanças se fazem com pequenos passos. 

Ao escutares de novo esta passagem do Evangelho de Lucas repara como Jesus gere bem o seu tempo. Não deixa de estar atento a quem O chama, mas não Se deixa prender para além do necessário. Procura descobrir o segredo de Jesus. 

 

Colóquio final

Termina a tua oração confiando ao Senhor o desejo de Lhe seres mais fiel e de O teres mais presente ao logo do teu dia.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.