Quarta-feira, memória litúrgica de São Joaquim e Santa Ana

Hoje é dia vinte e seis de julho, quarta-feira, memória litúrgica de São Joaquim e Santa Ana, pais de Nossa Senhora. 

Joaquim e Ana são os nomes
que a tradição da Igreja, desde os seus primórdios,
reconheceu como os pais de Maria.
Aqui te dás conta de como a Graça vive
nos encontros, espaços e afetos
que tecem a vida humana.
Não temas em reconhecer, 
na tua vida pessoal e familiar,
a presença da Graça,
até nas dores de parto das relações e dos encontros.
É nas aberturas da vida e da história
que o Messias nasce para a redenção do mundo.  

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus [Ev Mt 13, 1-9].

Jesus saiu de casa e foi sentar-Se à beira-mar.
Reuniu-se à sua volta tão grande multidão
que teve de subir para um barco e sentar-Se,
enquanto a multidão ficava na margem.
Disse muitas coisas em parábolas, nestes termos:
«Saiu o semeador a semear.
Quando semeava,
caíram algumas sementes ao longo do caminho:
vieram as aves e comeram-nas.
Outras caíram em sítios pedregosos,
onde não havia muita terra,
e logo nasceram porque a terra era pouco profunda;
mas depois de nascer o sol, queimaram-se e secaram,
por não terem raiz.
Outras caíram entre espinhos
e os espinhos cresceram e afogaram-nas.
Outras caíram em boa terra e deram fruto:
umas, cem; outras, sessenta; outras, trinta por um.
Quem tem ouvidos, oiça». 

 

Pontos de oração

Jesus acaba o evangelho de hoje dizendo: «quem tem ouvidos, ouça.” Tu ouves? A palavra de Deus desce dos teus ouvidos para o teu coração? Assimilas a palavras de Deus? 

Não basta assimilar a palavra de Deus. É preciso transformá-la em atos. Por exemplo, perdoar e amar o inimigo, e amar os que estão muito próximos.

Agora vais ouvir o texto outra vez. Imagina a semente a cair na beira do caminho, a cair em sítios pedregosos, a cair entre espinhos e a cair em boa terra.

 

Colóquio final

No final desta oração pensa na boa semente a fazer efeito dentro de ti. Em que ato, em que ação é que essa sementinha hoje se vai transformar?

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.