Quarta-feira, memória litúrgica de São Vicente de Paulo

Hoje é dia vinte e sete de setembro, quarta-feira, memória litúrgica de São Vicente de Paulo.

Vais começar a tua oração. 
É um momento importante do teu dia. 
Toma consciência da tua vida interior, 
da verdade secreta do teu ser, 
que só tu conheces e onde te encontras, a sós, com Deus. 
Deus está onde tu estás. 
Não precisas de O procurar... 
só precisas de assumir a verdade da sua presença
e deixar que Ele te conduza nos caminhos da tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 9, 1-6]

Jesus chamou os doze Apóstolos
e deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demónios
e para curarem todas as doenças.
Depois enviou-os a proclamar o reino de Deus
e a curar os enfermos.
E disse-lhes:
«Não leveis nada para o caminho:
nem cajado, nem alforge, nem pão, nem dinheiro,
e não leveis duas túnicas.
Quando entrardes em alguma casa,
ficai nela até partirdes dali.
Se alguns não vos receberem,
ao sair dessa cidade,
sacudi o pó dos vossos pés, como testemunho contra eles».
Os Apóstolos partiram e foram de terra em terra
a anunciar a boa nova
e a realizar curas por toda a parte. 

 

Pontos de oração

Jesus envia os Doze em missão com dois objetivos: anunciar o Reino e curar os doentes. A cabeça envia os membros: começa a formar-se o Corpo de Cristo, do qual também tu fazes parte. Pondera com o Senhor de que forma te quer enviar hoje às tuas relações e responsabilidades.

Além do poder e autoridade conferidos aos apóstolos, Jesus faz um convite ao despojamento: "nada leveis para o caminho". Pela simplicidade exterior, parece querer pôr em relevo a riqueza abundante da graça. Aproveita estas palavras para lançar luz sobre eventuais apegos que tenhas. Pede-Lhe a ajuda de que precisares. 

Conforme ouves de novo o Evangelho, imagina-te no meio dos apóstolos a receber as instruções do Senhor.

 

Colóquio final

Pede ao Senhor que te ajude a ser mais inteiro e mais presente, em todas as tuas relações: pronto a anunciar e a curar o que houver para curar.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.