Quarta-feira, memória litúrgica dos Santos Anjos da Guarda

Hoje é dia dois de outubro, quarta-feira, memória litúrgica dos Santos Anjos da Guarda.

A primeira oração aprendida por muitas crianças foi a oração ao Anjo da Guarda. Talvez tenha sido o teu caso... E não é uma piedosa devoção sem fundamento. No Evangelho, Jesus fala dos pequeninos, dizendo que os seus anjos contemplam continuamente a face de Deus. Às vezes, convém regressar às coisas básicas da nossa fé, se queremos ser verdadeiramente adultos na nossa relação com Deus. Pede ao Senhor que te ensine o caminho da simplicidade, o caminho dos pequeninos... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Salmo noventa. [Sl 90 (91), 1-2.3-4.5-6.10-11]

Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo e moras à sombra do Omnipotente, diz ao Senhor: «Sois o meu refúgio e a minha cidadela: meu Deus, em Vós confio». Ele te livrará do laço do caçador e do flagelo maligno. Cobrir-te-á com as suas penas, debaixo das suas asas encontrarás abrigo. (...). Nenhum mal te acontecerá, nem a desgraça se aproximará da tua morada. Porque Ele mandará aos seus anjos que te guardem em todos os teus caminhos.

Hoje celebramos o dia dos anjos da guarda. No texto que acabaste de ouvir, o salmista diz que o Altíssimo te cobrirá com as suas penas. E no fim diz que «Ele mandará aos seus anjos que te guardem em todos os teus caminhos». Tens devoção ao teu anjo da guarda? Sabes que ele te pode proteger mais se tu lhe pedires? Mas claro que tens de lhe pedir.

Se não tens devoção ao teu anjo da guarda, pensa em começar essa devoção hoje. Se já a tens, renova-a. O anjo da guarda tem uma força protetora grande. Aos poucos, podes descobri-la.

Vais ouvir outra vez o salmo que te fala de Deus e dos seus anjos. Presta atenção aos dois últimos versos, onde se diz que os anjos te guardarão em todos os teus caminhos.

Neste momento, fala com o teu anjo da guarda. O que gostavas de lhe dizer? Talvez que te proteja na situação em que te encontras? Talvez perguntar-lhe de que modo ele está presente na tua vida?

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.