Quarto domingo do Advento

Hoje, a Igreja celebra o quarto domingo do Advento. 

Depois de bonitas e ricas semanas de preparação, aproxima-se o grande dia do nascimento de Jesus. No meio da azáfama dos últimos preparativos, guarda o silêncio necessário para deixares acontecer Natal em ti. Imagina Maria e José na procura de local para passar a noite. Abre-lhes a porta da tua casa. Abre-lhes a porta do teu coração. Dá espaço para que Jesus possa nascer no profundo de ti. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 2, 1-14]

Naqueles dias, saiu um decreto de César Augusto,
para ser recenseada toda a terra.
Este primeiro recenseamento efetuou-se quando Quirino era governador da Síria.
Todos se foram recensear, cada um à sua cidade.
José subiu também da Galileia, da cidade de Nazaré,
à Judeia, à cidade de David, chamada Belém,
por ser da casa e da descendência de David,
a fim de se recensear com Maria, sua esposa, que estava para ser mãe.
Enquanto ali se encontravam,
chegou o dia de ela dar à luz e teve o seu Filho primogénito.
Envolveu-O em panos e deitou-O numa manjedoura,
porque não havia lugar para eles na hospedaria.
Havia naquela região uns pastores que viviam nos campos
e guardavam de noite os rebanhos.
O Anjo do Senhor aproximou-se deles e a glória do Senhor cercou-os de luz;
e eles tiveram grande medo.
Disse-lhes o Anjo:
«Não temais,
porque vos anuncio uma grande alegria para todo o povo:
nasceu-vos hoje, na cidade de David, um Salvador,
que é Cristo Senhor.
Isto vos servirá de sinal:
encontrareis um Menino recém-nascido,
envolto em panos e deitado numa manjedoura».
Imediatamente juntou-se ao Anjo uma multidão do exército celeste,
que louvava a Deus, dizendo:
«Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por Ele amados». 

 

Pontos de oração

Jesus nasce no ambiente mais despojado e simples. À semelhança de tantas pessoas pelo mundo, não tem lugar onde ser acolhido. No seu nascimento, Jesus já revela a sua proximidade com os últimos, os rejeitados.

Jesus nasce para ligar o Céu e a terra. Jesus nasce para amar. Esse é o centro de toda a sua vida: o amor. 
Pede ao Menino Jesus que nasça em ti e te ajude a ser simples e a estar atento aos rejeitados.

Escuta de novo a passagem do Evangelho de Lucas e está atento à alegria que Deus deseja que vivas com o nascimento do seu Filho.

 

Colóquio final

Agradece a Deus a simplicidade e a alegria do seu nascimento. Pede-Lhe a graça de viveres com profundidade estes dias de Natal.  

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.