Quarto domingo do tempo comum

Hoje, a Igreja celebra o quarto domingo do tempo comum.

Para os cristãos, o Domingo é a celebração semanal
da Páscoa de Jesus,
mistério maior da vida e da liberdade que vence a morte.
Na medida em que te for possível,
vive este domingo como um dia de liberdade,
uma oportunidade de graça, a bênção de um respiro.
E que ele te recorde
a vocação primeira da tua vida:
o encontro pessoal e livre com o mistério de Deus
no tecido da tua história, das tuas decisões e relações.
Que esta liberdade te conduza, hoje, na tua oração.

 

Vais ouvir o salmo 145. É um hino à misericórdia de Deus que se comove com a miséria do nosso coração.
Sl 145 (146), 7.8-9a.9bc-10
O Senhor faz justiça aos oprimidos,
dá pão aos que têm fome e a liberdade aos cativos.
O Senhor ilumina os olhos dos cegos,
o Senhor levanta os abatidos,
o Senhor ama os justos.
O Senhor protege os peregrinos,
ampara o órfão e a viúva e entrava o caminho aos pecadores.
O Senhor reina eternamente.
O teu Deus, ó Sião,
é rei por todas as gerações. 

 

Pontos de oração

O salmista convida a louvar o Senhor que vem cuidar nós. Ele é o defensor dos pobres, dos pequenos e dos oprimidos.
- «O Senhor dá pão aos que têm fome e a liberdade aos cativos».
- «O Senhor ilumina os olhos dos cegos e levanta os abatidos».
- «O Senhor protege os peregrinos, ampara o órfão e a viúva». 

O mundo é demasiado limitado para se colocar nele a esperança de salvação. Só Deus pode transformar por dentro um coração humano, saciar a sua fome de justiça, levantá-lo na fraqueza, libertá-lo no pecado e protegê-lo nas tribulações.
Oferece ao Senhor as tuas fomes de justiça, as tuas fraquezas e o teu pecado. 

A misericórdia de Deus não tem limites. Chega a todo o lado e ninguém deve ficar de fora. Há quanto tempo não te confessas? Ao ouvires pela segunda vez o salmo, predispõe-te a desejar o perdão que Deus te oferece. 

O Senhor protege os peregrinos, canta o salmista. Somos todos peregrinos, a caminho de uma vida mais plena. Ao concluíres esta oração, agradece a Deus por tomar sempre conta de ti nos caminhos da vida. 

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.