Quinta-feira da décima quarta semana do tempo comum

Hoje é dia sete de julho, quinta-feira da décima quarta semana do tempo comum. 

Rezar é aprender a ser livre. 
Aprender, devagarzinho, 
a não ficar preso ao autoconvencimento de quem julga que pode tudo
e que tudo lhe é devido. 
E isto é aprender a ser livre, 
radicalmente livre, 
porque livre do egoísmo que ameaça continuamente o nosso coração. 
Pede ao Senhor esta liberdade... e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 10, 7-15]

Disse Jesus aos seus Apóstolos:
«Ide e proclamai que está próximo o reino dos Céus. 
Curai os enfermos, ressuscitai os mortos,
sarai os leprosos, expulsai os demónios.
Recebestes de graça; dai de graça.
Não adquirais ouro, prata ou cobre,
para guardardes nas vossas bolsas;
nem alforge para o caminho,
nem duas túnicas, nem sandálias, nem cajado;
porque o trabalhador merece o seu sustento.
Quando entrardes em alguma cidade ou aldeia,
procurai saber de alguém que seja digno
e  ficai em sua casa até partirdes daquele lugar.
Ao entrardes na casa, saudai-a,
e se for digna, desça a vossa paz sobre ela;
mas se não for digna, volte para vós a vossa paz.
Se alguém não vos receber nem ouvir as vossas palavras, 
saí dessa casa ou dessa cidade
e sacudi o pó dos vossos pés.
Em verdade vos digo
que haverá mais tolerância, no dia do Juízo,
para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade».

 

Pontos de oração

Os dois verbos com que Jesus começa esta passagem – “Ide e proclamai” – são para todos os discípulos, são também para ti. Acolhe estas palavras.
Sentes o chamamento a ir, a caminhar, a proclamar a boa-nova do reino de Deus? Empenhas-te a sério nesta missão? Que te impede de anunciar o Senhor Jesus?

A proposta de Jesus exige de ti que sejas pessoa desprendida, simples, humilde, com um coração pobre. Quem está apegado aos seus bens, ao dinheiro, às riquezas... não está apto para o trabalho do reino de Deus. 
Sentes que precisas desta conversão, desta mudança? Como queres agir daqui por diante?

Vais ouvir novamente o texto do Evangelho. Escuta-o com serenidade e humildade.

 

Colóquio final

Pede a Jesus a graça de seres e de te sentires humilde, disponível para anunciar o seu Reino.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.