Quinta-feira da décima terceira semana do tempo comum

Hoje é dia trinta de junho, quinta-feira da décima terceira semana do tempo comum.

«Escuta Israel...». Assim começa a mais importante oração do Judaísmo. Nos Evangelhos repete-se muitas vezes: «quem tiver ouvidos para ouvir, oiça». 
É tão importante escutar o Senhor. 
É tão importante preparar o coração para reconhecer a sua voz humilde e silenciosa. 
Assim, preparando o coração para escutar o Senhor, vale a pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 9, 1-8]

Jesus subiu para um barco,
atravessou o mar e foi para a cidade de Cafarnaum. 
Apresentaram-Lhe então um paralítico que jazia numa enxerga. 
Ao ver a fé daquela gente,
Jesus disse ao paralítico:
«Filho, tem confiança;
os teus pecados estão perdoados».
Alguns escribas disseram para consigo:
«Este homem está a blasfemar».
Mas Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse:
«Porque pensais mal em vossos corações?
Na verdade, que é mais fácil:
dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’,
ou dizer: ‘Levanta-te e anda’?
Pois bem. Para saberdes que o Filho do homem
tem na terra o poder de perdoar os pecados,
‘Levanta-te – disse Ele ao paralítico – 
toma a tua enxerga e vai para casa’.
O homem levantou-se e foi para casa.
Ao ver isto, a multidão ficou cheia de temor
e glorificava a Deus por ter dado tal poder aos homens. 

 

Pontos de oração

Ao ver a fé daquela gente, Jesus decide perdoar os pecados daquele homem. Curiosamente, os Evangelhos não dizem uma palavra sobre o paralítico. O foco está posto sobre quem o acompanha. E o que salta imediatamente à vista é que o perdão dos pecados para aquele homem chega pela mediação da fé de outras pessoas!

O Evangelho diz-nos que, mesmo faltando fé, a confiança, a saúde a alguém, onde estiverem 'uns quantos' a cuidar dessa pessoa, aí está Jesus a curar. E isto pode acontecer quando te juntas com outros a rezar por alguém, ou a cuidar de pessoas carenciadas, ou a colaborar com uma instituição...

Jesus sabe que a saúde espiritual é muito mais importante que a saúde física. No entanto, sente que chegou o tempo de dar um sinal visível de autoridade. Repara no modo como Jesus gere a situação.

 

Colóquio final

«Filho, tem confiança; os teus pecados estão perdoados». Termina a tua oração pondo a tua confiança neste Senhor que é maior que tudo o que possas ter feito de menos bom.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.