Quinta-feira da I semana da Quaresma

Hoje é dia dezoito de fevereiro, quinta-feira da primeira semana da quaresma.

 

 

Numa interpretação dos monges da Abadia de Sénanque, estás a escutar Filiae Jerusalem.

“Quem pede recebe, 
quem procura encontra, 
a quem bate abrir-se-á”.
Considera por momentos estas palavras de Jesus. 
Elas brotam da relação profunda de Jesus com o seu Pai do Céu,
uma relação de confiança alicerçada no amor.
Deixa crescer em ti o desejo de uma relação com Deus
capaz de te fazer acreditar no Evangelho... e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Mt 7, 7-12] 

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Pedi e dar-se-vos-á,
procurai e encontrareis,
batei à porta e abrir-se-vos-á.
Porque todo aquele que pede recebe,
quem procura encontra
e a quem bate à porta abrir-se-á.
Qual de vós dará uma pedra a um filho que lhe pede pão,
ou uma serpente se lhe pedir peixe?
Ora, se vós que sois maus,
sabeis dar coisas boas aos vossos filhos,
quanto mais o vosso Pai que está nos Céus
as dará àqueles que Lhas pedem!
Portanto, o que quiserdes que os homens vos façam
fazei-lho vós também:
esta é a Lei e os Profetas». 

 

Pontos de Oração

Rezar é confiar. É confiar-se a Deus, sabendo que nenhuma angústia pode ser uma porta fechada que nos afaste irremediavelmente do Senhor. 
Confia-te a Deus. Reza não como quem espera a solução de todos os problemas, mas como quem sabe que Deus te acompanha em todos os tropeços. 

Jesus assegura-nos a bondade do Pai. 
Deixa que essa certeza se renove em ti e agradece a Deus o modo como Ele se oferece em cada acontecimento da tua vida. 

Ouve de novo a passagem de Mateus e repara no modo como Jesus te convida a ser diligente na fé, a saber procurar para poder encontrar. 

 

Colóquio final

No final desta oração, pede ao Senhor algo que seja significativo para ti, neste momento.  

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.