Quinta-feira da sétima semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e oito de fevereiro, quinta-feira da sétima semana do tempo comum.

A oração pode aparecer-te, com frequência, como uma dificuldade,
por sentires que não dá resposta aos teus problemas.
Se assim for,
aceita esse sentimento como ele te aparece e oferece-o ao Senhor.
E, sobretudo, não desistas da oração,
pois o Senhor aguarda-te sempre,
disponível para te acolher no seu coração.
Hoje, oferece ao Senhor as tuas dificuldades,
entrega-Lhe também o teu desejo de viveres sempre na sua presença...
E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 9, 41-50]

Jesus disse aos seus discípulos:
«Quem vos der a beber um copo de água, por serdes de Cristo,
em verdade vos digo que não perderá a sua recompensa.
Se alguém escandalizar algum destes pequeninos que creem em Mim,
melhor seria para ele que lhe atassem ao pescoço
uma dessas mós movidas por um jumento
e o lançassem ao mar.
Se a tua mão é para ti ocasião de pecado, corta-a;
porque é melhor entrar mutilado na vida
do que ter as duas mãos e ir para a Geena,
para esse fogo que não se apaga.
E se o teu pé é para ti ocasião de pecado, corta-o;
porque é melhor entrar coxo na vida
do que ter os dois pés e ser lançado na Geena.
E se um dos teus olhos é para ti ocasião de pecado, deita-o fora;
porque é melhor entrar no reino de Deus só com um dos olhos
do que ter os dois olhos e ser lançado na Geena,
onde o verme não morre e o fogo nunca se apaga».
Na verdade, todos serão salgados com fogo.
O sal é coisa boa; mas se ele perder o sabor,
com que haveis de temperá-lo?
Tende sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros».

Jesus adverte para o perigo do escândalo, da falta de testemunho de fé que se torna ocasião de pecado para os outros. A fidelidade nas pequenas coisas é a nossa grande arma no trabalho evangelizador.
Onde sentes que dás maus exemplos, semeias a desconfiança, deixas de ser coerente na fé?

É preciso prevenção contra as tentações: cuidar da vida espiritual; perseverar na oração diária; fazer boas obras; ser fiel à missa dominical. Um outro instrumento eficaz é o sacramento da reconciliação, quando o coração sente que precisa de se purificar.
Por qual destes meios de prevenção queres começar?

O Evangelho de hoje alerta-nos para a importância dos nossos atos no testemunho da adesão ao Reino de Deus. O enfraquecer da união com Jesus pode ter consequências negativas em toda a comunidade cristã.

Jesus chamava a atenção do povo para a importância da conversão do coração.
É preciso educar os sentidos.
Conclui esta oração pedindo ao Senhor a graça de seres como o sal, que dá sabor aos alimentos. Que a tua vida ajude os outros a sentir mais a presença de Jesus.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.