Quinta-feira da primeira semana do Tempo Comum

Hoje é dia onze de janeiro, quinta-feira da primeira semana do Tempo Comum. 

É na promessa de Jesus
que a oração encontra sentido e plenitude.
O Senhor que prometeu: 
«Pedi e recebereis, buscai e encontrareis»,
é o Senhor que Se faz presente a cada dia e cada passo
da tua vida.
Deposita a tua confiança nesta Palavra,
e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 1, 40-45] 

Veio ter com Jesus um leproso.
Prostrou-se de joelhos e suplicou-Lhe:
«Se quiseres, podes curar-me».
Jesus, compadecido, estendeu a mão, tocou-lhe e disse:
«Quero: fica limpo».
No mesmo instante o deixou a lepra e ele ficou limpo.
Advertindo-o severamente, despediu-o com esta ordem:
«Não digas nada a ninguém,
mas vai mostrar-te ao sacerdote
e oferece pela tua cura o que Moisés ordenou,
para lhes servir de testemunho».
Ele, porém, logo que partiu,
começou a apregoar e a divulgar o que acontecera,
e assim, Jesus já não podia entrar abertamente
em nenhuma cidade.
Ficava fora, em lugares desertos,
e vinham ter com Ele de toda a parte. 

 

Pontos de oração

O Evangelho de hoje conta-nos o encontro de Jesus com um leproso. Este encontro começa com um gesto de absoluta confiança: o leproso prostrou-se de joelhos e suplicou a Jesus: «Se quiseres, podes curar-me».

De que precisas ser curado? Talvez de alguma dificuldade que te impede de estar bem com as pessoas com quem vives ou trabalhas... Ou de algum medo que te faz viver escondido dos outros...
De que lepra precisas de ser curado? 

Ao ouvires de novo a leitura do Evangelho, repara na reação de Jesus quando nos pomos diante d’Ele com confiança.

 

Colóquio final

Agradece a Jesus tudo o que já fez por ti: os pequenos milagres de confiança, libertação, cura interior. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.