Quinta-feira da quarta semana do tempo Pascal

Hoje é dia vinte e um de abril, quinta-feira da quarta semana do tempo Pascal. 

De Margaret Rizza estás a escutar Take my Hands, Lord.

Agradecer significa reconhecer que o Senhor está presente na tua vida. 
Viver agradecendo os pequeninos sinais da presença de Deus na tua vida transforma o teu dia a dia em fonte de Alegria e de Paz... para ti e para os outros. 
Reconhecer a presença de Deus transforma toda a tua vida em comunhão com Ele, mantém-te sempre em contacto com o Pai. 
Pede-Lhe um coração agradecido, que possa reconhecer a sua presença em tudo e em todos. Assim, vale a pena começares a tua oração

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 13, 16-20]

Quando Jesus acabou de lavar os pés aos seus discípulos, 
disse-lhes:
«Em verdade, em verdade vos digo:
O servo não é maior do que o seu senhor,
nem o enviado é maior do que aquele que o enviou. 
Sabendo isto,
sereis felizes se o puserdes em prática.
Não falo de todos vós:
Eu conheço aqueles que escolhi;
mas tem de cumprir-se a Escritura, que diz:
‘Quem come do meu pão levantou contra Mim o calcanhar’. 
Desde já vo-lo digo antes que aconteça,
para que, quando acontecer,
acrediteis que Eu Sou.
Em verdade, em verdade vos digo:
Quem recebe aquele que Eu enviar,
a Mim recebe;
e quem Me recebe a Mim,
recebe Aquele que Me enviou».

 

Pontos de oração

Jesus lava os pés aos seus amigos. Com este gesto, Ele quer que os seus O acolham como aquele que serve. 
O Messias apresenta-Se como aquele que Se entrega a Si mesmo pelos outros. É aquele que Se baixa para levantar o outro. É esta a raiz da felicidade que Ele experimenta. Por isso, convida os seus a fazer o mesmo. 
Qual é a tua resposta?

Os amigos de Jesus tiveram muita dificuldade em aceitar a sua proposta. Sonhavam com um messias libertador, cheio de poder e fama. Quantas espectativas e desilusões. Mas Jesus soube esperar que cada um dos seus amigos fizesse o seu caminho. E sofreu por causa daquele que O abandonou e entregou. 
Quem é Jesus para ti?

Ao ouvires de novo esta passagem do Evangelho, fixa-te na palavra de Jesus: «Eu sou». É a mesma palavra com que Deus se dirigiu a Moisés no monte Sinai. Jesus é Deus connosco: «Eu sou contigo», diz o Senhor.

 

Colóquio final

Deus convida-te a confiar n’Ele. Pede-Lhe a graça de acolheres e servires aqueles que Ele te envia.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.