Quinta-feira da segunda semana do Tempo Pascal

Hoje é dia doze de abril, quinta-feira da segunda semana do Tempo Pascal. 

O Tempo Pascal pede-te uma abertura dos sentidos
para um mistério que transcende a nossa razão.
É possível acreditar no Ressuscitado?
É possível acreditar na vida diante da morte?
É possível acreditar no amor
diante do pecado e do sofrimento?
É possível escutar, confiar e sustentar a nossa vida
no testemunho do Filho amado?
Hoje, começa a tua oração
na certeza da verdade e fidelidade
d’Aquele que te chamou a segui-Lo.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 3, 31-36]

Disse Jesus a Nicodemos:
«Aquele que vem do alto
está acima de todos;
quem é da terra,
à terra pertence e da terra fala.
Aquele que vem do Céu
dá testemunho do que viu e ouviu;
mas ninguém recebe o seu testemunho.
Quem recebe o seu testemunho
confirma que Deus é verdadeiro.
De facto, Aquele que Deus enviou diz palavras de Deus,
porque Deus dá o Espírito sem medida.
O Pai ama o Filho e entregou tudo nas suas mãos.
Quem acredita no Filho tem a vida eterna.
Quem se recusa a acreditar no Filho não verá a vida,
mas a ira de Deus permanece sobre ele». 

 

É importante que a tua vida e a tua fé sejam, continuamente, uma conversa com Jesus, como a de Nicodemos ou a da Samaritana. 
Costumas conversar, de amigo para amigo, com Jesus, ou a tua oração consiste apenas em fórmulas feitas, leituras e interesses da boca para fora? Como podes melhorar a tua oração?

«Deus dá o Espírito sem medida». É um “mãos largas”. Recompensa a tua pequena entrega, dando-te a eternidade. 
Recolhe-te e reconhece tanto bem que tens recebido.

Ouve de novo o texto do Evangelho.
O amor de Deus é imenso e também é exigente, porque te quer como filho adulto, responsável e sua testemunha. 

 

Conclui a tua oração pensando: é falsa a bondade e enganador o amor que não liberta o outro e não o faz crescer. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.