Quinta-feira da vigésima oitava semana do tempo comum

Hoje é dia treze de outubro, quinta-feira da vigésima oitava semana do tempo comum.

«Como louvarei o Senhor por tudo quanto Ele me deu?» – interroga-se o Salmista.
Faz tua esta interrogação, 
faz teu este desejo de louvar o Senhor, 
reconhecendo todas as graças que tens recebido do seu amor. 
Talvez descubras que a tua vida
está cheia de Deus e da sua presença
muito para além do que julgavas possível. 
«Como louvarei o Senhor por tudo quanto Ele me deu?»
Deixa que esta interrogação te inquiete... e começa assim a tua oração. 

 

Escuta esta passagem da Carta de São Paulo aos Efésios. [L 1 Ef 1, 1-10]

Paulo, Apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus,
aos cristãos que vivem em Éfeso, fiéis em Jesus Cristo.
A graça e a paz de Deus, nosso Pai, 
e de Jesus Cristo, nosso Senhor,
estejam convosco.
Bendito seja Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo,
que do alto dos Céus nos abençoou
com toda a espécie de bênçãos espirituais em Cristo.
N’Ele nos escolheu, antes da criação do mundo,
para sermos santos e irrepreensíveis,
em caridade, na sua presença.
Ele nos predestinou, conforme a benevolência da sua vontade,
a fim de sermos seus filhos adotivos, por Jesus Cristo,
para louvor da sua glória
e da graça que derramou sobre nós, por seu amado Filho.
N’Ele, pelo seu sangue, 
temos a redenção e a remissão dos pecados,
segundo a riqueza da sua graça,
que Ele nos concedeu em abundância,
com plena sabedoria e inteligência.
Ele deu-nos a conhecer o mistério da sua vontade,
o desígnio de benevolência n’Ele de antemão estabelecido,
para se realizar na plenitude dos tempos:
instaurar todas as coisas em Cristo,
tudo o que há nos Céus e na terra.

 

Pontos de oração

No texto de hoje, S. Paulo diz-nos que Deus nos escolheu para sermos santos. Tu acreditas que Deus te escolheu para uma vida de santidade?

Mesmo que abandonasses Jesus, Ele ia à tua procura como o bom pastor procura a ovelha perdida. 
Reza agora sobre isso.

Escuta de novo o texto de São Paulo. Repara no modo como o Apóstolo fala da tua vocação, daquilo para que Deus te escolheu ainda antes da criação do mundo.

 

Colóquio final

Termina a tua oração conversando com Jesus sobre o modo como te sentes na sua presença. Deixa-te estar um bocado com Ele.