Quinta-feira da vigésima semana do Tempo Comum

Hoje é dia dezoito de agosto, quinta-feira da vigésima semana do Tempo Comum.

Deus está sempre presente na tua vida. 
A oração ajuda-te a reconhecer esta presença
e a colocares-te na presença do Senhor. 
E quando assim é, 
o diálogo pode acontecer, 
podes falar com o Senhor e escutar o que Ele te queira dizer. 
Apresenta ao Senhor o teu desejo de te deixares encontrar por Ele... 
e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Livro de Ezequiel. [L1 Ez 36, 23-38]

Eis o que diz o Senhor:
«Manifestarei a santidade do meu grande nome,
profanado por vós entre as nações para onde fostes.
E as nações reconhecerão que Eu sou o Senhor
– oráculo do Senhor Deus –
quando a seus olhos Eu manifestar a minha santidade, 
a vosso respeito.
Então retirar-vos-ei de entre as nações,
reunir-vos-ei de todos os países,
para vos restabelecer na vossa terra.
Derramarei sobre vós água pura
e ficareis limpos de todas as imundícies;
e purificar-vos-ei de todos os falsos deuses.
Dar-vos-ei um coração novo
e infundirei em vós um espírito novo.
Arrancarei do vosso peito o coração de pedra
e dar-vos-ei um coração de carne.
Infundirei em vós o meu espírito
e farei que vivais segundo os meus preceitos,
que observeis e ponhais em prática as minhas leis.
Habitareis na terra que dei a vossos pais;
sereis o meu povo e Eu serei o vosso Deus». 

 

Pontos de oração

O profeta Ezequiel transmite um dos pontos mais altos do Antigo Testamento. Coração novo, espírito novo; coração de pedra, coração de carne. 
Olha para o coração trespassado de Jesus e para o teu. Qual dos dois será de pedra? 

A reunião de todos os povos, purificados pela “água pura” do coração de Deus! Sonho ou realidade? 
O desejo do Pai é a maior força motora da História. É o amor que move o sol e as outras estrelas. E a ti, quem te move?

“Sereis o meu povo e Eu serei o vosso Deus”, como no Cântico dos cânticos: “O meu amado é para mim e eu para o meu amado”. 
Que mais será preciso nesta profunda relação de amor entre Jesus e tu? 

 

Colóquio final

O Senhor fala-te do seu Espírito Santo, da sua carne igual à tua. Pede-Lhe a graça de seres como Ele: manso e humilde de coração!

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.