Quinta-feira da vigésima sexta semana do Tempo Comum

Hoje é dia cinco de outubro, quinta-feira da vigésima sexta semana do Tempo Comum. 

Começa a tua oração com o desejo de te entregares nas mãos de Deus. Procura que estes minutos sejam tempo de diálogo e partilha. Mas sobretudo deixa Deus agir, deixa-O criar espaço no teu interior. Ele sabe o que mais te convém. 
Acolhe o que Deus tem hoje para ti. O resto, se for importante e necessário, virá por acréscimo. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 10, 1-12] 

O Senhor designou setenta e dois discípulos
e enviou-os dois a dois à sua frente,
a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir.
E dizia-lhes:
«A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos.
Pedi ao dono da seara que mande trabalhadores para a sua seara.
Ide: Eu vos envio como cordeiros para o meio de lobos.
Não leveis bolsa nem alforge nem sandálias,
nem vos demoreis a saudar alguém pelo caminho.
Quando entrardes nalguma casa,
dizei primeiro: ‘Paz a esta casa’.
E se lá houver gente de paz,
a vossa paz repousará sobre eles;
senão, ficará convosco.
Ficai nessa casa, comei e bebei do que tiverem,
que o trabalhador merece o seu salário.
Não andeis de casa em casa.
Quando entrardes nalguma cidade e vos receberem,
comei do que vos servirem,
curai os enfermos que nela houver
e dizei-lhes: ‘Está perto de vós o reino de Deus’.
Mas quando entrardes nalguma cidade e não vos receberem,
saí à praça pública e dizei:
‘Até o pó da vossa cidade que se pegou aos nossos pés
sacudimos para vós.
No entanto, ficai sabendo: Está perto o reino de Deus’.
Eu vos digo:
Haverá mais tolerância, naquele dia, para Sodoma
do que para essa cidade». 

 

Pontos de oração

Jesus envia os discípulos dois a dois e faz-lhes recomendações importantes. A primeira é: pedir ao Senhor da Messe operários para o serviço do Reino, para o anúncio da Palavra de Deus. 
Costumas rezar, pedindo ao Senhor operários para trabalharem no seu Reino?

Jesus recomenda aos seus discípulos uma vida pobre, uma abertura a Deus que os fará discípulos convictos e convincentes. Quanto mais simples, pobres e despojados, mais eficaz será o anúncio e o trabalho apostólico. 
Vives este compromisso de pobreza e simplicidade?

Vais ouvir novamente o texto do Evangelho. Escuta-o com serenidade e humildade. 

 

Colóquio final

Pede a Jesus a graça de te comprometeres ao serviço do Evangelho em pobreza e humildade. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.