Quinta-feira da vigésima sétima semana do Tempo Comum

Hoje é dia doze de outubro, quinta-feira da vigésima sétima semana do Tempo Comum. 

É o Espírito Santo quem te guia nos caminhos da oração. É o Espírito Santo quem faz arder o teu coração quando escutas o Evangelho. É o Espírito Santo quem reza em ti, mesmo quando tu não sabes ou não podes rezar. 
Começa hoje a tua oração invocando o Espírito Santo, para que venha em teu auxílio e te ensine o que deves pedir e o que precisas de receber.

 

Escuta esta passagem Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 11, 5-13] 

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Se algum de vós tiver um amigo,
poderá ter de ir a sua casa à meia-noite, para lhe dizer:
‘Amigo, empresta-me três pães,
porque chegou de viagem um dos meus amigos
e não tenho nada para lhe dar’.
Ele poderá responder lá de dentro:
‘Não me incomodes;
a porta está fechada,
eu e os meus filhos já nos deitámos;
não posso levantar-me para te dar os pães’.
Eu vos digo:
Se ele não se levantar por ser amigo,
ao menos, por causa da sua insistência,
levantar-se-á para lhe dar tudo aquilo de que precisa.
Também vos digo:
Pedi e dar-se-vos-á;
procurai e encontrareis;
batei à porta e abrir-se-vos-á.
Porque quem pede recebe;
quem procura encontra,
e a quem bate à porta, abrir-se-á.
Se um de vós for pai e um filho lhe pedir peixe,
em vez de peixe dar-lhe-á uma serpente?
E se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á um escorpião?
Se vós, que sois maus,
sabeis dar coisas boas aos vossos filhos,
quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que Lho pedem!». 

 

Pontos de oração

Jesus ensina-te a eficácia da oração. É preciso rezar com humildade e perseverança, com confiança e abandono. Deus, que te ama, sabe o que precisas e está mais interessado que tu em ajudar-te. Não desistas de pedir, de suplicar por ti, pela Igreja, pela Humanidade. 
Pedir com fé e determinação. É assim que procuras fazer?

A comparação usada por Jesus é maravilhosa. Se nós, pecadores, não damos uma pedra a um filho ou um amigo que nos pede pão, quanto mais o Pai do Céu, com amor infinito, dará as suas graças, sobretudo o seu Espírito, aqueles que lho pedem. 
Vives nesta confiança e abandono? Para ti, a oração é fonte de paz, porque acreditas no amor do Pai? 

Vais ouvir novamente o texto do Evangelho. Escuta-o com serenidade e humildade. 

 

Colóquio final

Pede a Jesus a graça de rezares sempre e com confiança. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.