Quinta-feira, festa litúrgica de Santo André, Apóstolo

Hoje é dia trinta de novembro, quinta-feira, festa litúrgica de Santo André, Apóstolo.

André, irmão de Simão Pedro, foi dos primeiros discípulos de Jesus. Da sua vida sabemos muito pouco, mas da sua paixão por Cristo sabemos que foi ao ponto de o levar ao martírio. 
Foi por causa de homens e mulheres assim que o Evangelho se difundiu, ao longo dos séculos. Dá graças ao Senhor por tantos que são capazes de deixar tudo para O seguir... e unido aos que mais sofrem por causa do nome de Cristo, começa a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 4, 18-22]

Caminhando Jesus ao longo do mar da Galileia,
viu dois irmãos:
Simão, chamado Pedro, e seu irmão André,
que lançavam as redes ao mar, pois eram pescadores.
Disse-lhes Jesus: 
«Vinde e segui-Me
e farei de vós pescadores de homens».
Eles deixaram logo as redes e seguiram-No.
Um pouco mais adiante, viu outros dois irmãos:
Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João,
que estavam no barco, na companhia de seu pai Zebedeu,
a consertar as redes.
Jesus chamou-os
e eles, deixando o barco e o pai, seguiram-No. 

 

Pontos de oração

Nesta festa de André, um dos doze apóstolos, vemos Jesus a convencer dois pares de irmãos a segui-Lo: bastou o convite e uma estranha promessa de serem pescadores de homens. E “eles seguiram-No”. 
Já pensaste se és tão descomplicado a responder ao Senhor?

Eles “deixaram logo as redes”. Não hesitaram. Obviamente, alguém depois teria de arrumar redes, atracar o barco, acalmar o responsável da pesca, encontrar substitutos. Mas naquela hora só importava deixar tudo. Quando Jesus chama, só a docilidade tem lógica.

Gostarias de seguir o Senhor, mas pensas que, sendo tu uma pessoa mediana, dedicado a um trabalho como os outros, nunca estarás na primeira linha. Não te estarás a enganar? Ouve novamente o trecho de Mateus.

 

Colóquio final

Simão, André, Tiago e João estavam a trabalhar, e foi nas horas de expediente que o Senhor Se cruzou com eles.
Procura prestar atenção ao que te acontece, porque o Senhor passa onde estás e naquilo que fazes.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.