Quinta-feira, memória litúrgica de S. Timóteo e S. Tito

Hoje é dia vinte e seis de Janeiro, quinta-feira, memória litúrgica de S. Timóteo e S. Tito.

De Dmitry Krasnoukhov estás a escutar Faith-Path

Na memória de Timóteo e Tito, dois discípulos de Paulo,
somos conduzidos para o século primeiro da era cristã.
Aí encontras o testemunho de uma Igreja
vibrante no anúncio do Ressuscitado,
em que cada discípulo se reconhece como membro de uma comunidade
assídua na Fração do Pão e na escuta da Palavra.
A Igreja pertence-te e tu pertences à Igreja. 
És tu que a constróis,
na comunhão com Jesus, na celebração dos sacramentos, 
na presença dos irmãos
e no dia a dia da tua vida cristã.
A tua oração é o melhor sinal desta pertença.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos [Ev Mc 4, 21-25]

Disse Jesus à multidão:
«Quem traz uma lâmpada
para a pôr debaixo do alqueire ou debaixo da cama?
Não se traz para ser posta no candelabro?
Porque nada há escondido que não venha a descobrir-se,
nem oculto que não apareça à luz do dia.
Se alguém tem ouvidos para ouvir, oiça».
Disse-lhes também:
«Prestai atenção ao que ouvis:
Com a medida com que medirdes vos será medido
e ainda vos será acrescentado.
Pois àquele que tem dar-se-lhe-á,
mas àquele que não tem até o que tem lhe será tirado». 

 

Pontos de oração

Jesus desafia-te a seres luz do mundo e hoje recorda-te que nenhuma luz foi criada para estar escondida, onde ninguém a possa contemplar. Recorda-te que seres sua testemunha implica que dês visibilidade, através dos teus gestos e palavras, à fé que te anima e sustenta. 
Onde tens a tua luz? 

A Eucaristia renova a luz que trazes dentro de ti, pois é a presença de Jesus em ti que a sustenta. Examina a forma como tens vivido este sacramento e toma consciência da sua importância para a tua amizade com Jesus. Será que há mudanças que deves fazer para viver a Eucaristia de modo mais sintonizado com o mistério que encerra? 

Ao escutares de novo o Evangelho de Marcos reage ao mandato de Jesus: «quem tem ouvidos para ouvir, oiça» e renova a tua atitude interior. Estas palavras contêm em si a força da salvação. 

 

Colóquio final

O Senhor permanece contigo, mesmo quando deres por terminado este momento de oração. Não deixes de O procurar e amar em tudo o que fizeres e em todos os que encontrares. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.